23/01/2013

A base da base...

Salve, China Azul!

O começo de ano é sempre meio monótono para os torcedores brasileiros. Pelo menos dentro de campo. O foco principal passa a ser contratações, vendas, empréstimos e "novelas" envolvendo jogadores. Mas, enquanto diretores trabalham e atletas descansam, aqueles que sonham em um dia brilhar pelos relvados mundo afora dão duro e disputam a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O Cruzeiro, por ter uma das bases mais vitoriosas e bem preparadas do Brasil, sempre entra na disputa como candidato a "incomodar". A Raposinha, mesmo que incompleta ou recém-montada, normalmente apresenta um bom futebol e dá esperanças ao torcedor de, em breve, ver algum daqueles moleques jogando pelo profissional.

E foi o que aconteceu no começo deste ano. Os principais destaques daquele time campeão brasileiro sub-20 no ano passado foram integrados ao elenco principal e, por isso, não disputaram a competição em terras paulistas. Mayke, Wallace, Lucas Silva (que subiu há mais tempo), Alisson e Vinícius Araújo começam 2013 treinando entre os profissionais, e devem ter oportunidades de mostrar seu futebol ao longo da temporada.

E apesar da eliminação para o Palmeiras, no último sábado, a impressão que o time comandado por Paulo Ricardo deixou é de que, mesmo sem seus principais destaques, tem alguns bons valores individuais que podem e devem ser aproveitados em breve. O garoto Lynneeker mostrou velocidade e inteligência. O volante Eurico, para muitos, foi o principal jogador do Cruzeiro na competição. Bom na marcação e com boa saída de bola.

Rodrigo Dias, apesar de ter perdido alguns gols bobos, demonstrou ter bom posicionamento e ser um belo cabeceador. Se melhorar as finalizações, pode ser muito útil no futuro. Hugo Sanchez é um lateral eficiente tanto na marcação, quanto no apoio. E o goleiro Charles demonstrou segurança e personalidade, defendendo pênaltis e fazendo defesas incríveis.

Enfim. A base tem por prioridade formar jogadores. Vencer competições sempre é bom, mas não é o mais importante nesta parte da carreira. Acredito que o Cruzeiro ainda vá colher muitos frutos se mantiver o trabalho sério e dedicado na base. E você? Gostou do que viu na Copinha? Acha que os garotos têm futuro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário