25/01/2013

Cinco 'vidas' em jogo

O principal destaque das partidas de ida da primeira fase da Libertadores é o fato de quase todas as equipes seguem vivas no torneio. Cinco das seis partidas de volta serão decisivas para que sejam conhecidos os clubes que avançam à fase de grupos.

A exceção, claro, é o São Paulo. O tricolor paulista fez valer o mando de campo e a enorme superioridade técnica para abrir um 5 a 0 que praticamente coloca a equipe na próxima fase. O que é essencial quando o adversário manda suas partidas na altitude de La Paz.

Por seu lado, o Grêmio não fez sua parte. E nem se pode culpar a altitude. Os gaúchos foram melhores na maior parte do jogo, mas concluíam mal as oportunidades que criavam. Nos últimos 20 minutos recuaram e permitiram à LDU marcar o único gol da partida. Agora precisarão reverter o placar em Porto Alegre, o que não parece impossível, já que a equipe equatoriana não mostrou um bom futebol.

A partida mais interessante da primeira rodada foi entre León e Iquique. Os chilenos surpreenderam com um futebol sólido, e abriram o placar logo nos primeiros minutos. A partir daí seguraram o placar e ameaçaram nos contra-ataques, até que no fim o León fez valer o mando de campo, intensificou a pressão e conseguiu o empate.

As demais partidas tiveram um nível técnico inferior. O Tigre mostrou que segue sendo uma equipe muito limitada e teve grande dificuldade na partida contra o Anzoátegui. O 2 a 1 não dá segurança para a partida de volta, e o Matador vai à Venezuela correndo riscos de eliminação.

Em Montevidéu, Defensor e Olimpia fizeram uma partida de baixíssima qualidade, terminando com um justíssimo 0 a 0. Na Colômbia o Tolima sofreu com a forte marcação do Cesar Vallejo, e acabou vencendo pelo placar mínimo. Os placares mantém os confrontos abertos para as partidas de volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário