20/02/2013

Dez, mesmo sem R10!

Gaaalooo! Saudações, massa!

Depois de uma semana "atleticana" e que nos deixou orgulhosos, venho aqui registrar as minhas impressões. Primeiro: na quarta-feira, o Atlético reafirmou a sua força na Arena Independência, junto da genialidade de Ronaldinho. E segundo: o grupo demonstrou que pode ser forte também sem o meia. Neste domingo, o clube alvinegro bateu o Araxá, por 3 a 0, com destaque para as participações dos avantes: Bernard, Alecsandro e Jô.

Mas, está claro que um jogo contra o Araxá não é como encarar o São Paulo. Embora, na Libertadores, tenhamos vencido o tricolor, por 2 a 1, com duas assistências de R10 – sendo a primeira, brilhante, e fruto do ótimo posicionamento. De fato, não são jogos de medidas nem torneios semelhantes. Contudo, o (qualificado) elenco atleticano pode caminhar bem nas duas competições.

Temos um ótimo conjunto titular, e reservas que se adaptam bem. No domingo, Luan atuou revezando pelas pontas com Bernard, e deu muito trabalho à defesa do adversário. Araújo deixou a reserva para dar uma assistência a outro suplente: Alecsandro. São "teóricos" coadjuvantes, que ao caminhar da temporada podem se tornar peças importantes, em especial, para surpreender os adversários que dizem já conhecer o time alvinegro.

O "novo" Tardelli

O avante, que chegou e foi recepcionado como ídolo, fez duas partidas com a camisa atleticana, e ainda não marcou gol. Mas tem contribuído com passes precisos e muita velocidade. Falta acertar a finalização e, definitivamente, o gol sair. Ainda sem o ritmo do futebol brazuca, Diego teve boas chances, mas não aproveitou... É preciso ter calma. Daqui a pouco, o futebol volta. Enquanto isso, a torcida faz o certo. E somente apoia o craque...

Nenhum comentário:

Postar um comentário