06/02/2013


Cruzeiro tem arrecadação recorde em partida de 'reabertura'
do Mineirão e confirma previsão feita pelo presidente Gilvan

Vinícius Dias

Após quase três anos em obras, o Mineirão foi reaberto aos torcedores mineiros no último domingo. Na ocasião, os rivais Cruzeiro e Atlético se enfrentaram em jogo antecipado da 3ª rodada do torneio estadual. A partida, que terminou com vitória azul estrelada pelo placar de 2 a 1, registrou um público pagante de 52.989 torcedores, que proporcionaram arrecadação bruta recorde nos embates disputados na Pampulha. Foram somados R$ 3.677.635,00.

Parceiro comercial da Minas Arena, empresa concessionária responsável por gerir o Mineirão pelas próximas 25 temporadas, o Cruzeiro, mandante do clássico, obteve a renda líquida de R$ 1.731.375,09, que, somada aos bilhetes comercializados pelo clube e ao programa de sócios-torcedores, totaliza R$ 2.192.965,09. Apesar da presença dos atleticanos, a renda coube, somente, aos celestes.

Vitória azul: torcida e clube festejam
(Créditos: Denilton Dias/Vipcomm)

Valores que confirmam a previsão feita pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares no início de janeiro. "Só com venda de ingressos, o clube teria arrecadação, com estádio cheio, da ordem de R$ 3,6 milhões", afirmou, antes de revelar sua expectativa pela renda líquida: "nesta arrecadação, tirando os 30% (montante estimado de despesas), sobram mais de R$ 2 milhões", acrescentou.

Loja oficial é sucesso!

A loja Maior de Minas, localizada na esplanada do estádio e inaugurada pelo clube celeste no domingo, foi outra importante fonte de receitas. Segundo apurou o Blog Toque Di Letra, além dos números citados no borderô, o clube faturou mais de R$ 150 mil com a comercialização dos produtos oficiais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário