26/03/2013

Rumo à Copa de 2014

Tiago de Melo

A disputadíssima seção sul-americana das Eliminatórias da Copa de 2014 teve mais uma rodada na última sexta-feira. Nenhum resultado fugiu do esperado. Colombianos e argentinos confirmaram o ótimo momento e superaram bolivianos e venezuelanos sem nenhuma dificuldade.

Nas outras partidas, os demais candidatos ao título mostraram a inconstância já conhecida. Uruguai e Paraguai se alternaram no comando das ações de uma partida muito fraca tecnicamente, encerrando o confronto em 1 a 1. Cenário mais ou menos igual ao do encontro entre Peru e Chile, que terminou com o mesmo placar.

Hoje teremos mais uma rodada, com encontros importantes para a definição dos classificados para o Mundial. A primeira partida do dia coloca Bolívia e Argentina frente a frente na altitude de La Paz. A partida tem pouco valor em termos de classificação, uma vez que a Argentina está consolidada no primeiro lugar, e a equipe da casa não parece ter qualquer chance de lutar por uma vaga.

No entanto a partida tem interesse. Primeiramente vale ver a atual seleção argentina, organizada como não se via há muitos anos, permitindo que a luz de Messi brilhe com muito mais intensidade. O jogo também é apimentado pela lembrança do inapelável 6 a 1 aplicado pelos bolivianos nas Eliminatórias para o Mundial de 2010.

Em seguida vem o encontro entre Equador e Paraguai. A equipe da casa está confortavelmente instalada na zona dos classificados, mas não pode se dar ao luxo de permitir a aproximação de uruguaios, venezuelanos e chilenos. Já os paraguaios vão jogando suas últimas esperanças de classificação, já que seguem na lanterna da competição. No entanto, estão a apenas quatro pontos da Venezuela, que hoje jogaria a repescagem, de modo que as chances ainda existem.

Duelo da rodada...

Talvez o jogo mais importante da rodada seja o que oponha o Chile ao Uruguai, duas equipes com bons jogadores, mas que vêm tendo dificuldade para conseguir bons resultados. A situação da celeste é levemente melhor, pois está um ponto à frente e o trabalho de Óscar Tabárez está consolidado. No momento fora até da repescagem, o Chile deve tentar a vitória que o colocaria, ao menos, entre os cinco primeiros.

Na última partida da noite, a Venezuela tenta se recuperar da goleada sofrida contra os argentinos enfrentando a Colômbia. Jogando em casa, a vinotinto certamente buscará a vitória que poderia lhe dar uma vaga entre os classificados para o Mundial. E os cafeteiros vêm em uma sequência excelente: nos últimos quatro jogos foram quatro vitórias, 14 gols marcados e apenas um sofrido. Ingredientes de sobra para tornar interessante a última partida do dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário