18/04/2013

Bem-vindo, Gigante!

Gaaalooo! Saudações, massa!

Antes de começar a falar sobre o jogo de domingo, gostaria de salientar alguns pontos sobre a partida de ontem. Vimos um Atlético distante do normal. Sem Bernard e Diego Tardelli, não construímos jogadas rápidas. O ataque perdeu muito. O psicológico também era muito distinto entre as duas equipes. Enfim, o Galo irá mais forte para os próximos jogos. E será difícil, como seria contra qualquer outra equipe. A 'obrigação' continua a mesma. Bola pra frente!

Bom, a torcida tem um bom motivo para esquecer a Libertadores no final de semana. O Gigante da Pampulha voltará a ecoar apenas 'Galo', ante o Villa Nova, no domingo. É hora de a massa lotar o Mineirão, como fez em anos anteriores. Para variar, teremos quase lotação máxima neste jogo. Algo que, sem ser em um clássico, o Mineirão vai ver pela primeira vez. Mais uma vez a torcida do Atlético dá aula.

Deixando as brincadeiras de lado, será bonito ver a massa presente no domingo. Pois é no Gigante que nos faz sentir um pouco da grandeza deste Atlético. Embora não tenha como negar que o Independência é a nossa casa nos dias hoje. Além de as questões contratuais serem bem mais justas no campo do Horto, estamos invictos. Fazemos uma pressão que é vista em poucos gramados do país e, até mesmo, pelo continente americano.

Mas, seja no Horto ou fora dele, temos que vencer. Vencer para lavar a alma. Para tirar esta 'inhaca' que decidiu encostar-se na última semana. Para, somente, provar que a grandeza do Galo é muito maior do que os outros pensam. Este ano guarda bons frutos. E que no domingo, às 18 horas, volte todo mundo para casa feliz, buzinando e gritando 'Galo' pela cidade inteira. 

Seja bem-vindo de volta, Mineirão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário