10/04/2013

Hora do vamos ver

Salve, China Azul!

O Cruzeiro estreia nesta quarta-feira diante do CSA, de Alagoas, pela Copa do Brasil. Agora vamos poder começar a ter uma noção do quanto esse time é capaz e se podemos, ou não, esperar algo mais promissor para comemorar depois.

Não que o CSA seja um teste assim tão complicado. Mas jogar um mata-mata, com certeza, é muito diferente do que disputar posição contra outros onze times, podendo chegar até em quarto para seguir adiante na competição. E é fato também que a Copa do Brasil é a "praia" do Cruzeiro. Já que estamos privados de disputar a Libertadores, vamos fazer desta Copa o nosso caminho de volta para a América.

O caminho pode até ser mais curto, mas também é o mais sinuoso. Não há margens para erros, e é muito bom que todo e qualquer tipo de euforia se restrinja apenas à torcida. Jogadores e comissão técnica precisam de foco, se quiserem brigar pelo título lá na frente, ainda mais sabendo que, depois, os times que estão na Libertadores serão incluídos na disputa.

De uma coisa eu tenho certeza: há anos o Cruzeiro não monta um time com tamanha "cara" de vencedor. Jogadores acostumados a disputar e conquistar títulos, misturados a jovens que estão entrando e a cada jogo procurando mostrar o seu valor. Já não temos a tão costumeira dependência de uma só peça e, num certame como a Copa do Brasil, isso é fundamental. É necessário que haja capacidade de se reinventar durante um jogo, durante uma disputa desgastante, etc.

Pois é hora de meter o pé na estrada e começar a trilhar o caminho que todo cruzeirense espera. Que seja sinuoso, sim, mas que nos leve de volta ao nosso lugar de direito.

Força, Cruzeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário