28/08/2013

Favorito... e com atenção!

Alexandre Oliveira

Talvez o maior adversário do Cruzeiro nesta noite não seja a equipe do Flamengo. Nem seja a inteligência de Mano para montar uma equipe, ou a presença (ou não) do meia Elias. O clube celeste terá dois antagonistas "de peso" em sua busca por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

O peso da camisa flamenguista é inegável. Dono de dois títulos da Copa (1990 e 2006), o Flamengo pode sim fazer frente à Raposa. Porém, está longe de ser uma equipe para ser temida pelo adversário. Fato é, que o Cruzeiro além de ter mais tradição na competição, também tem um time mais bem montado, oferecendo mais perigo quando ataca, e defendendo com segurança.

Favorito, Cruzeiro enfrenta o Fla
(Créditos: Washington Alves/Vipcomm)

Os jogadores do Cruzeiro precisam ficar atentos à pressão no Maracanã. Neste ano, a equipe mineira foi derrotada no 'maior palco' brasileiro pelo Fluminense, que não atravessa uma boa fase. Naquela noite, o estádio estava vazio, e apesar de ter feito um ótimo primeiro tempo, o Cruzeiro saiu de campo com a derrota. Para o jogo desta quarta, foram vendidos mais de 40 mil ingressos. Nesta ocasião, surge o trabalho psicológico do técnico celeste.

Sem chance de erro...

Quem não se lembra da partida do Cruzeiro contra o Once Caldas, pelas oitavas da Libertadores em 2011? A partida estava sob controle, quando meia Roger foi expulso, deixando um vazio no meio-campo, e perdendo o poder ofensivo. Por esse motivo, jogadores como Bruno Rodrigo, Nilton e outros que chegam com mais força na marcação, precisam ter atenção. Um segundo pode ser fatal.

Posso dizer que, onze contra onze, o Cruzeiro é favorito à classificação. Mas, depois que o juiz apitar e a bola rolar, o favoritismo 'cai por terra'. Como dizem, "o jogo é jogado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário