06/10/2013

Galo, eu acredito!

Alisson Millo

Bom, não é no titulo brasileiro como cita o técnico Cuca. Este é do rival. Não na matemática, mas o Cruzeiro é "virtual" campeão nacional. Mas eu acredito! Eu acredito em uma série de coisas. Que só o Atlético pode me fazer crer.

Por experiência, nunca mais duvidarei de mais nada do Galo. Em 2013, o torcedor viveu de tudo. Campeão Mineiro depois de quase perder o título praticamente ganho. Ganhou a Copa Libertadores, que tantas vezes nos pareceu ficar distante. Mas, nesse momento, o assunto é o Campeonato Brasileiro.

Para ganhar as Américas, o Atlético deixou o Brasileirão de lado e figurou na zona de rebaixamento. Depois da famosa "ressaca da Libertadores", a equipe retomou a caminhada e, embora oscilando, foi se reabilitando na Série A. Depois de um mês de agosto irreconhecível, veio setembro, e o time se recuperou.

Fernandinho: ícone do novo Galo
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

No final de um mês em que vinha tudo dando certo, surgiu a tal "bruxa". Réver, Dátolo, Richarlyson - tudo bem que grande parte da torcida não sentirá tanta falta, mas é uma baixa - e principalmente Ronaldinho foram para o departamento médico. Muito se falou que era o fim do Atlético, e alguns torcedores acreditaram.

Bom momento...

Mas setembro fechou em alta com a boa vitória contra o Santos. Sorte? Mau momento do Peixe? Talvez! Veio outubro, veio a Ponte Preta e veio mais uma vitória. Time reserva da Ponte? Sim, mas o time jogou bem nos dois jogos, provando que não é só o R10. Leandro Donizete tem voltado aos poucos, Josué reencontrando seu bom futebol e Jô voltando a fazer gols, Luan jogando como nunca no Atlético, Tardelli fazendo as vezes de armador com qualidade.

Jô: atacante retomou a boa fase
(Créditos: Bruni Cantini/Atlético-MG)

O quinto lugar na tabela pode até dar chances para o time ser campeão. Todavia, o foco do Galo é, e sempre foi desde a Libertadores, o Mundial Interclubes. Bayern? Talvez! O tempo dirá... Como o Atlético é capaz de coisas que só os atleticanos sabem, eu acredito! O time pode, sim, ser campeão. Pode também perder na semi-final. Mas, esta possibilidade não deve ser cogitada.

Então, nós temos que acreditar! Acreditar na retomada do bom futebol, acreditar no título - ou nos títulos, como dizem alguns. Enfim, acreditar. Como toda a torcida grita!

Eu Acredito!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário