17/12/2014

O lado B da capital da bola

Vinícius Dias

Nos últimos anos, Belo Horizonte se transformou em 'capital do futebol'. Afinal, nos dois principais palcos do esporte mineiro, o Mineirão e a Arena Independência, foram construídos os caminhos que levaram o Cruzeiro ao bicampeonato nacional e o rival Atlético às inéditas Libertadores, Copa do Brasil e Recopa. Bem perto dali, contudo, a paixão pela bola se confunde com a falta de recursos. Os sonhos de dezenas de jovens são cultivados por Robertão e João Baiano.

A narrativa foi levada às telas pelo documentário Futebol e Sonhos. Tudo começou quando Fábio César, estudante de Relações Públicas, conheceu o popular Robertão. "A proposta, inicialmente, era mostrar a perspicácia de Paulo Roberto Faustino, que, além de driblar as dificuldades e limitações, dedica sua vida para ajudar o próximo por meio do esporte", afirma Fábio, roteirista do documentário, que foi produzido em parceria com a equipe do Horizontes Periféricos.

Confira o documentário:

Um comentário:

  1. Louvável atitude desses organizadores,estão de parabéns e do meu ponto de vista deveriam ser auxiliados pelas secretarias de ação social.

    ResponderExcluir