13/01/2015


Jogador tem contrato apenas até março e, por ora, não houve
avanço em tratativas para renovação; Palmeiras tem interesse

Vinícius Dias

A cerca de dois meses do fim do vínculo com o Atlético, o meia-atacante Guilherme segue com a situação indefinida. Enquanto o atleta participa da pré-temporada na Cidade do Galo, seu staff trabalha nos bastidores para traçar os rumos do futuro do camisa 17. Embora as negociações com a cúpula alvinegra se arrastem há quase seis meses, Guilherme mantém o desejo de permanecer na capital mineira.


O primeiro encontro com o novo presidente do clube, Daniel Nepomuceno, ocorreu na última semana. Apesar disso, não houve qualquer avanço nas tratativas. "Continuamos com o mesmo pensamento. Apenas retomamos o que já tínhamos discutido no ano passado com Kalil. Ele (Guilherme) tem intenção de renovar, mas está do mesmo jeito de antes", observou Sérgio Suárez, um dos empresários do atleta, ao Blog Toque Di Letra.  

Jogador foi decisivo na Copa do Brasil
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Embora também deseje a permanência do jogador, decisivo na campanha que culminou no título da Copa do Brasil, o Atlético considerou 'fora da realidade' os valores pedidos pelo jogador. Inicialmente, segundo o Blog apurou, Guilherme deseja um aumento de cerca de 60% no atual salário. Ontem, em entrevista coletiva, o diretor de futebol Eduardo Maluf afirmou que o clube fará uma contraproposta ainda nesta semana. "É um jogador que o Levir gosta", disse.

Palmeiras tem interesse

A indefinição tem despertado o interesse de vários clubes. "Foram várias sondagens, mas a gente está aguardando a posição final do Atlético e esperamos que tenha um final feliz", pontuou Sérgio Suárez. Por meio de Alexandre Mattos, o Palmeiras teria sinalizado a possibilidade de propor ao atleta um contrato longo e acima dos padrões atuais. "Não estou sabendo de nada", respondeu Suárez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário