12/03/2015

A alta pedida de Dátolo

Vinícius Dias

Com sete gols e 20 assistências, o meia Dátolo foi um dos destaques do Atlético no ano passado. Peça-chave no título da Copa do Brasil e na reta final do Brasileiro, o argentino herdou a camisa 10 de Ronaldinho Gaúcho para a atual temporada. A sequência do jogador na Cidade do Galo, no entanto, ainda é incógnita. Com vínculo registrado no BID até dia 09 de agosto, Jesús Dátolo já pode assinar um pré-contrato com qualquer time desde o mês passado.

Dátolo: armador em ação pelo Atlético
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

A expectativa do Atlético era de que a situação do atual camisa 10 fosse resolvida no início deste ano. As negociações visando à renovação foram iniciadas em novembro passado, porém, até o momento, não avançaram. Segundo o Blog Toque Di Letra apurou, o principal entrave é a pedida salarial feita pelo meia: cerca de R$ 4,5 milhões por temporada. O valor é considerado alto pela cúpula alvinegra.

Na história do Atlético

Revelado pelo Banfield, da Argentina, o jogador ganhou destaque com a camisa do Boca Juniors, equipe pela qual conquistou a Copa Libertadores em 2007. Antes de desembarcar na Cidade do Galo, em agosto de 2013, Dátolo defendeu times de Itália, Grécia e Espanha, além do Inter. Com 10 gols marcados em 69 jogos, é o estrangeiro que mais vezes balançou as redes com a camisa alvinegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário