13/06/2015


Pesquisa analisou, por cinco dias, 267 títulos dos três principais
jornais esportivos da terra dos dois últimos campeões europeus

Vinícius Dias

Há uma semana, o Barcelona, de Messi e Xavi, conquistou a Liga dos Campeões, herdando o trono do também espanhol Real Madrid. Com sedes separadas por um raio de 620 quilômetros, os clubes cultivam uma das rivalidades mais acirradas do planeta, ultrapassando a bola e chegando ao debate político. De um lado, os blaugranas são porta-bandeiras da causa catalã. Enquanto, de outro, os merengues são comumente atrelados ao nacionalismo espanhol.


Rivais dentro e fora de campo, os clubes também se opõem na busca por outra hegemonia: a midiática. Este especial é resultado de uma pesquisa acadêmica que se propôs a analisar - a partir dos títulos estampados nas portadas dos sites de Marca e As, de Madrid; e do Mundo Deportivo, de Barcelona - a representação da dupla na imprensa especializada local. A análise de conteúdo, em suas vertentes quantitativa e qualitativa, foi o método empregado.

(Arte: Vinícius Dias/Blog Toque Di Letra)

A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 27 de maio, na faixa de 15h, considerando o fuso-horário de Brasília. O intervalo compreendeu eventos marcantes, como a despedida de Xavi, ídolo do Barcelona; a cerimônia de entrega do troféu de campeão espanhol ao clube blaugrana; e a saída de Carlo Ancelotti no Real Madrid. Ao longo dos cinco dias, quem mais teve destaque nos periódicos analisados foi o Real Madrid: 136 notícias, contra 131 do rival Barcelona.

(Arte: Vinícius Dias/Blog Toque Di Letra)

No plano do enquadramento, o As fez a cobertura mais favorável ao Real Madrid. O diário, em circulação desde 1967, estampou no portal 63 títulos relacionados ao clube, sendo 31 positivos e dez negativos. Nesse mesmo período, o Barça foi tema de 37 registros, nove negativos. No dia 23, por exemplo, a goleada do Real sobre o Getafe teve o título Goles a falta de títulos. O empate entre Barcelona e La Coruña, no jogo da taça, teve a síntese La fiesta de Xavi…, y del Depor.

(Arte: Vinícius Dias/Blog Toque Di Letra)

O contraponto veio na página inicial do site do Mundo Deportivo. O mais antigo dos veículos analisados exibiu 52 títulos associados ao clube da cidade onde é editado, com 30 positivos e apenas três negativos. O Real Madrid teve uma cobertura bem menor: somente 19 títulos, sendo oito negativos. Em 23 de maio, por exemplo, o Barcelona teve 11 destaques, todos positivos. Enquanto o rival não teve um destaque positivo sequer nos dias 24, 25 e 26.

(Arte: Vinícius Dias/Blog Toque Di Letra)

A página inicial do Marca, considerado o mais importante jornal esportivo local, foi a mais equilibrada no período analisado. Embora seja comumente tido como madridista, Marca registrou mais títulos positivos referentes ao Barça: 22 contra 21. Ainda assim, o time da capital teve mais destaque, com 54 títulos ante 42. No dia 23, por exemplo, Casillas, ídolo merengue, foi citado no pós-jogo de Barcelona 2x2 La Coruña: Fabricio emuló ante Pedro la parada de Casillas a Perotti.

Um comentário:

  1. Que tal uma análise assim com relação à Imprensa Mineira?

    ResponderExcluir