02/06/2015

Seleção com DNA mineiro

Vinícius Dias

Ao longo da história, os clubes mineiros cederam dezenas de jogadores para a seleção brasileira. E em clima de Copa América, o Blog Toque Di Letra recorreu ao celeiro de talentos para escalar uma seleção com o DNA das gerais. Foram listados 22 nomes, atendendo aos seguintes critérios: atletas em atividade, com passagem pelas categorias de base de equipes mineiras a partir dos anos 2000 e que tenham atuado no futebol europeu.


O camisa 1 é Jefferson, do Botafogo. Criado nas categorias de base da Raposa, o goleiro assumiu a posição após a lesão do ex-atleticano Diego Alves. No setor defensivo, o lateral-direito Danilo, ex-Coelho, e reforço do Real Madrid, atua ao lado de três ex-cruzeirenses: Luisão, zagueiro do Benfica; Maicon Roque, do Porto; e Maxwell, lateral-esquerdo do PSG. O time titular, escalado no 4-2-3-1, conta com os volantes Lucas Silva, do Real Madrid, e Wendell, ex-cruzeirense que se destacou no Bordeaux, da França, e hoje está no Sport.

(Arte: Douglas Vogel Zimmer/Blog Toque Di Letra)

O ex-cruzeirense Guilherme, que atualmente joga no rival Atlético, veste a camisa 10. O setor de armação ainda conta com o ex-atleticano Bernard, que disputou a Copa do Mundo de 2014 sob o comando de Felipão, e o ex-americano Wágner, uma das estrelas do Fluminense. O camisa 9 é Fred. Formado no América, o centroavante se destacou com a camisa do Cruzeiro antes de marcar época no Lyon, da França, comemorando três campeonatos nacionais.

Goleiro e lateral de Copa

Escalada no 4-2-2-2, a equipe reserva tem Gomes, ex-cruzeirense que é um dos grandes ídolos da história do holandês PSV, no gol. Os zagueiros são Leandro Almeida, ex-Atlético, e Wallace, ex-Cruzeiro, que atualmente defende o Monaco, da França. A lateral-direita é de Maicon, que deixou a Toca da Raposa II em 2004 e disputou as últimas duas Copas do Mundo. Na esquerda, Michel, ex-alvinegro que migrou para a MLS depois de atuar na Bélgica e na Grécia.

(Arte: Douglas Vogel Zimmer/Blog Toque Di Letra)

A dupla de volantes tem Zé Eduardo, ex-cruzeirense que atua no Cesena, da Itália, e Renan Garcia, cria alvinegra que acertou com o Al-Nasr, dos Emirados Árabes, após boas temporadas pela italiana Sampdoria. Quatro jogadores formados na Toca I completam a formação. Deslocado para o meio-campo, Jonathan, ala da Inter de Milão, atua ao lado de Dudu, do Palmeiras. No ataque, Vinícius Araújo e Jonathas, que defendeu o Elche e marcou 14 gols na última edição do Espanhol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário