15/07/2015


Contratação de volante está praticamente descartada; acerto
com meia, apesar de encaminhado, ainda depende de ajustes

Vinícius Dias

A novela da busca por reforços para o meio-campo estrelado, que parecia próxima de chegar ao fim, ganhou novos contornos. Em pauta desde a semana passada, os nomes do volante Felipe Melo, do Galatasaray, e do meia Cícero, do Al-Gharafa, motivam reações distintas nos bastidores. A contratação do primeiro já foi praticamente descartada, uma vez que os valores são considerados elevados. No caso do segundo, o prazo curto - atletas vindos do exterior devem ser registrados até dia 21 - se soma às arestas a serem aparadas.


Segundo o Blog Toque Di Letra apurou, o Cruzeiro chegou a tratar de valores para ter Felipe Melo. A tentativa passou por Eduardo Uram, que é empresário de Cícero e mantém bom trânsito com José Rodríguez Baster, agente espanhol que cuida da carreira de Melo. A tendência, todavia, é de que Felipe fique na Europa. O Galatasaray, que nas últimas horas recebeu proposta da Internazionale, da Itália, planeja definir a situação do camisa 3 antes do dia 20.

Felipe Melo deve seguir na Europa
(Créditos: Twitter/Reprodução)

Na noite dessa terça, a reportagem tentou contato com Eduardo Uram e José Rodríguez para detalhar a situação, mas não teve sucesso. Apesar disso, a boa relação entre os agentes pôde ser confirmada por meio dos sites oficiais das respectivas empresas. Os nomes de Guilherme Santos, hoje lateral-esquerdo do Criciúma, e Michel, lateral-direito do Almería, da Espanha, por exemplo, estão listados na relação de atletas de ambos. A dupla teve passagem pelo Atlético.

Acordo encaminhado

No caso de Cícero, as tratativas entre Cruzeiro e Fluminense, iniciadas na última quinta-feira, estão avançadas. O atleta, que atualmente defende o Al-Gharafa, do Catar, tem acordo encaminhado com o clube azul celeste. Conforme o Blog antecipou no último domingo, o clube carioca pretende contar com o meia-atacante Élber, que está emprestado pelo Cruzeiro ao Sport. No entanto, a proposta inicial do Fluminense ao jogador, indicado por Enderson Moreira, foi recusada.

Cícero está na pauta do clube celeste
(Créditos: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

No momento, o empresário de Élber está no exterior. As tratativas, com isso, estão em ritmo lento e não há definição acerca da contraproposta. Cenário que contraria os planos de Gilvan de Pinho Tavares, que disse à Rádio Itatiaia que espera por um desfecho até esta quarta. Caso Élber e Fluminense se acertem, entra em cena o fator Sport: o clube nordestino tem preferência para adquirir o atleta.

3 comentários:

  1. Vinícius, o Sport tem a preferência pelo Elber. Porém, caso o Cruzeiro tenha uma proposta de venda pra ele, o Sport tem que cobrir e pagar imediatamente. Acho improvável que o façam.
    Caso o jogador não queira ir pro Rio, o Cruzeiro podia oferecer o Neilton ou mesmo uma compensação financeira ao Flu. Mas tem que ser rápido pra definir isso.
    Abraço e parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, P.C.

      Mas, pelo que apurei, a principal pendência não é referente à compra ou não por parte de Sport/Fluminense, mas ao acerto entre Élber e o clube carioca.

      Quanto à compensação, Fluminense quase recebeu R$ 3 milhões para emprestar Cícero ao Al-Gharafa, com quem o jogador ainda tem mais 11 meses de contrato. Sem a ida do Élber ou de outro jogador, a operação se torna ainda mais complexa.

      E por que Élber e não outro atleta? Foi pedido do Enderson Moreira. A princípio, é condição para que o negócio se efetive.

      Muito obrigado. Abs.

      Excluir
  2. Pablo Nunes16 julho, 2015

    Depois dessa declaração do Gilvan de hoje, ainda pode vir alguém? Isso pode ser um despiste ou realmente estamos quebrados?

    ResponderExcluir