01/08/2015


Enquanto craque estreia pelo Fluminense, sósia veste a camisa
do Atlético no exterior: 'uma experiência única', avalia ao Blog

Vinícius Dias

José Róbson Batista de Oliveira jamais marcou um gol como profissional, porém, coleciona fãs e pedidos de autógrafos e fotos. A semelhança física com Ronaldinho Gaúcho é seu maior trunfo. Mas, neste sábado, a cor da camisa vai diferenciá-los. Enquanto o ídolo vai defender o Fluminense pela primeira vez, o sósia alagoano preferiu outras cores: o preto e branco do Atlético, que o gaúcho usou de 2012 a 2014. "Galo uma vez, até morrer", afirma, no compasso do hino do clube.


Desde o início da semana, Batista está em Joanesburgo, na África do Sul, onde participa de gravações para um canal de TV local. Nas imagens, ele interpreta o personagem Ronaldinho, que ajuda um garoto a buscar um clube para realizar o desejo de ser jogador de futebol. "É mais um sonho realizado. Saí do Brasil pela primeira vez, e está sendo maravilhoso, uma experiência única", destaca ao Blog Toque Di Letra.

Sósia ao lado do ex-atleta Lucas Radebe
(Créditos: Róbson Oliveira/Arquivo Pessoal)

Róbson, que iniciou a aventura como sósia do meia em 2011, ainda nos tempos de Flamengo, faz questão de agradecer o carinho dos atleticanos desde a mudança para Minas, em 2012. "A relação é maravilhosa. E não mudou (após a saída do Gaúcho)", pontua. Em solo africano, o sósia faz questão de exibir a camisa do clube. Em um dos intervalos de gravações, por exemplo, posou para fotos com o ex-zagueiro Lucas Radebe, um dos principais nomes da história do futebol local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário