17/09/2015

A quarta-feira da decepção

Vinícius Dias

Depois do clássico de copo meio vazio no domingo passado, no Mineirão, Atlético e Cruzeiro voltaram a decepcionar no Campeonato Brasileiro. Os clubes não tiveram motivos para comemorar na noite dessa quarta-feira. Em quatro dias, apenas um ponto somado em seis disputados. Com os resultados, se não ficaram mais distantes, também não conseguiram se aproximar de seus objetivos.


O time alvinegro, que enfrentou o Santos na Vila Belmiro, não somente desperdiçou a oportunidade de encostar no líder Corinthians - derrotado pela primeira vez nas últimas 18 rodadas -, mas também saiu de campo goleado: 4 a 0. A pior derrota desde a chegada de Victor, camisa 1 que completou ontem 200 jogos pela equipe. Para piorar, Lucas Pratto, peça- chave em um a cada três gols, em média, continua mal. Nos últimos três jogos, apenas uma finalização certa e nenhum gol. 

Gabriel: nome do jogo na vitória santista
(Créditos: Ricardo Saibun/Flickr/Santos F.C.)

Do lado azul, empate com sabor de derrota em jogo cheio de alternativas contra o lanterna Vasco. Rafael Silva abriu o placar para o cruzmanltino, Willian e Alisson, com belos gols, viraram para a Raposa, mas Rafael Silva voltou a marcar no fim - contando com falha de Fábio. Em dois jogos, o Cruzeiro reuniu mais de 65 mil pessoas no Mineirão e evoluiu. Mais em campo, com Willian renascendo, do que na tabela. Com dois pontos em seis, segue próximo do temido Z4.

Em casa, Raposa empatou com lanterna
(Créditos: Washington Alves/Light Press)

Com a ajuda do rival Internacional - responsável pela quarta derrota do Corinthians no campeonato -, o grande vencedor da rodada, por ora, é o Grêmio. Entre os times do G4 que atuaram na noite de ontem, foi o único que saiu de campo com os três pontos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário