13/10/2015

A matemática catarinense

Vinícius Dias*

A reta final da temporada terá valor dobrado para Chapecoense, Avaí e Criciúma. Bem mais do que os tradicionais três pontos, jogo a jogo nas Séries A e B estará em questão a possibilidade de pontuar no ranking da CBF, critério que será utilizado para apontar os 12 participantes da Sul- Minas-Rio em 2016. Os dois catarinenses mais bem colocados na próxima edição farão companhia ao Figueirense.


Para detalhar o quadro atual e as mudanças possíveis na reta decisiva, o Blog Toque Di Letra fez um levantamento dos resultados obtidos pelos três clubes em competições nacionais a partir de 2011, período que será considerado para a elaboração do ranking atualizado. E, no somatório, o Criciúma foi quem teve melhor desempenho: 4.648 pontos. O Avaí somou 3.856 pontos. A Chapecoense fez 3.686 pontos.

TEMPORADA 2011 - peso 1

AVAÍ - Série A - 20º - 432 pontos
Copa do Brasil - Semifinal - 450 pontos
CRICIÚMA - Série B - 14º - 240 pontos
CHAPECOENSE - Série C - 5º - 138 pontos

TEMPORADA 2012 - peso 2

AVAÍ - Série B - 7º - 268 pontos
CRICIÚMA - Série B - 2º - 320 pontos
Copa do Brasil - 2ª fase - 100 pontos
CHAPECOENSE - Série C - 3º - 150 pontos
Copa do Brasil - 2ª fase - 100 pontos

TEMPORADA 2013 - peso 3

AVAÍ - Série B - 10º - 256 pontos
Copa do Brasil - 2ª fase - 50 pontos
CRICIÚMA - Série A - 14º - 480 pontos
Copa do Brasil - 3ª fase - 100 pontos
CHAPECOENSE - Série B - 2º - 320 pontos

TEMPORADA 2014 - peso 4

AVAÍ - Série B - 4º - 280 pontos
Copa do Brasil - 3ª fase - 100 pontos
CRICIÚMA - Série A - 20º - 432 pontos
Copa do Brasil - 1ª fase - 25 pontos
CHAPECOENSE - Série A - 15º - 472 pontos
Copa do Brasil - 2ª fase - 50 pontos

Pelos critérios definidos pela CBF, a temporada vigente tem peso cinco na formação do ranking (ver quadro abaixo). Portanto, Avaí e Chapecoense, eliminados na segunda fase da Copa do Brasil, conquistaram 250 pontos. Por avançar à etapa seguinte, o Criciúma somou 500 pontos.

(Créditos: Convenção de pontos/CBF/Reprodução)

Quando o assunto é o Brasileiro, Chapecoense e Avaí estão em vantagem em relação ao Criciúma, visto que a Série A tem pontuação superior à da Série B. O quadro atual indica 2.400 pontos para a Chapecoense e 2.360 pontos para Avaí, 14º e 15º colocados, respectivamente. Em 15º na Série B, o Criciúma somaria 1.180 pontos. Mantidas as posições, Avaí e Chape, nesta ordem, ficariam com as vagas.

PROJEÇÃO - RANKING/2016

AVAÍ - 6.466 pontos
CHAPECOENSE - 6.336 pontos
CRICIÚMA - 6.328 pontos

A diferença mínima sintetiza uma disputa em aberto. A Chapecoense, que deixa de ter chances em caso de rebaixamento, pode se classificar como segundo melhor catarinense desde que conclua a Série A cinco posições à frente do Avaí. Para superar o Leão no cenário atual, o Criciúma teria de conquistar sete posições na Série B. Para ultrapassar a Chapecoense, no entanto, precisaria apenas subir para o 14º lugar. E há pelo menos cinco cenários em que o Avaí perderia a vaga.

Os jogos da reta final valerão mais do que três pontos.

*Com colaboração de Christiano Candian

Nenhum comentário:

Postar um comentário