24/03/2016

Enfim, a hora da verdade!

Douglas Zimmer*

Salve, China Azul!

No domingo, o Cruzeiro entrará em campo para disputar o, até aqui, jogo mais importante dessa nova fase que o time está vivendo. Já estamos no fim de março, e a equipe ainda não conseguiu convencer seu torcedor de que, jogando da maneira como tem jogado, tem condições de alçar voos mais elevados. E, depois de várias partidas que deixaram má impressão, é chegada a hora de encarar o Atlético na Arena Independência para tentar, enfim, desfazer essa imagem.


Se por um lado os números não são ruins, as várias críticas não deixam dúvidas de que há, ainda, muito o que trabalhar para que a desconfiança diminua. O Cruzeiro só perdeu uma partida sob o comando de Deivid - a que muitos julgam como melhor atuação coletiva da equipe -, mas venceu outros tantos jogos sem conseguir se impor ante adversários muito mais frágeis que ele. E, a meu ver, o jogo de domingo será o divisor de águas: para o bem ou para o mal.

Time chega embalado por quatro vitórias
(Créditos: Juliana Flister/Light Press)

Como a equipe de Deivid está devendo, e muito, uma boa atuação para o torcedor, imagino que não exista hora nem local melhor para reconquistar uma parcela do apoio que é sempre fundamental, mas que não pode ser cobrado de forma incondicional. Se as sensíveis melhoras que o time vem apresentando ao longo do trimestre se mantiverem e as falhas que vimos acontecerem de maneira aleatória e sem explicações não forem repetidas, começaremos em pé de igualdade, pelo menos.

Alternativas para Deivid

Desfalcado de Arrascaeta e Alisson - a serviço das seleções do Uruguai e olímpica do Brasil, respectivamente -, o time deve perder em criatividade, mas ganhar velocidade, já que Pisano e Élber devem substituí-los. Outra possibilidade seria de Sanchez Miño avançar para o meio-campo e Fabrício voltar à lateral-esquerda, deixando Pisano e Élber na briga pela segunda vaga. De qualquer modo, a proposta de jogo do Cruzeiro deve mudar um pouco, o que não deixa de ser uma boa pedida.

Preocupado? Um pouco. Desanimado? Não. Confiante? Sempre.

*Gaúcho, apaixonado pelo Cruzeiro desde junho de 1986.
@pqnofx, dono da camisa 10 da seção Fala, Cruzeirense!

Um comentário:

  1. SOU CRUZEIRENSE DE CORAÇÃO POR ESSE MOTIVO eu estou confiante NA VITÓRIA DO CRUZEIRO NO DOMINGO CONTRA O GALO
    JOÃO NASCIMENTO LAGOA DA PRATA MG

    ResponderExcluir