03/09/2016

Um olho em 2016, outro em 2017

Douglas Zimmer*

Salve, China Azul!

O Cruzeiro ainda não está livre do fantasma do rebaixamento. Na Copa do Brasil, apesar da goleada sobre o Botafogo, na quinta-feira, ainda há um longo caminho. Mesmo nesse cenário, nunca é cedo demais para começar a pensar no próximo ano. Pelo menos é isso que eu imagino que uma diretoria que preza pelo planejamento e pela organização deva fazer. E então? O que está dando certo e deve ser repetido em 2017? O que deu errado e precisa ser evitado ano que vem?


Confesso que só estou conseguindo pensar na próxima temporada porque o time deu sinal de vida e de que os jogadores não esqueceram como se joga futebol. Até bem pouco tempo atrás, com a bola murcha que vinha sendo apresentada, além dos resultados pífios, meu foco era total nos pontos necessários pra evitar o descenso. É verdade que a meta ainda não foi atingida, mas a melhora no desempenho dá um pouco mais de tranquilidade para projetar, inclusive, a próxima temporada.

Correção de rota com Mano Menezes
(Créditos: Pedro Vilela/Light Press)

Em primeiro lugar, a diretoria precisa acertar a mão na hora de contratar. Neste ano, foram muitas contratações frustradas e, em grande parte, desnecessárias. Vários atletas chegaram no início do ano sem que houvesse planejamento por parte da comissão técnica, também aposta, e o resultado dessa equação é que só Lucas Romero vingou. Alguns, como Riascos, Sanchez Miño, Douglas Coutinho e Pisano, já saíram, enquanto outros, como Gino e Bruno Nazário, não estão sendo aproveitados, nem lembrados pela torcida.

Reforçado e em evolução

Os reforços de verdade, com letra maiúscula, começaram a chegar com o Campeonato Brasileiro em andamento e com o time já em uma situação nada agradável. Ramón Ábila, Rafael Sóbis, Edimar - um achado -, Rafinha, Denílson e Robinho agregaram valor ao elenco e, aos poucos, têm melhorado a qualidade da equipe de forma significativa.

Ábila e Robinho: duas das caras novas
(Créditos: Alexandre Loureiro/Light Press)

Volto a repetir: planejamento. Entendo que, muitas vezes, o mercado não se apresenta favorável e que é difícil encontrar nomes que possam suprir as carências do elenco. Mas sair contratando jogadores que todo mundo sabe que não têm a menor capacidade de vestir o manto estrelado também não dá. Que se aposte na base, então. Outro erro crasso, que também passou pela diretoria, foi a falta de coerência quanto ao comando técnico da equipe.

Indefinição no comando

Tudo bem que, ao fim de 2015, o então treinador Mano Menezes trocou BH por uma proposta milionária da China, mas nada justifica a sequência de erros depois disso. No começo do ano, a efetivação de Deivid e o discurso de que a aposta seria nas novas ideias. Os resultados não vieram, o Cruzeiro fracassou no campeonato estadual e a conversa mudou de tom. Aí foi a vez de apostar no novo. Veio Paulo Bento, com uma nova filosofia, pensamento europeu, etc. Sem resultados, sem nova filosofia. O português não conseguiu implementar suas teorias e também acabou deixando o cargo.

Paulo Bento teve 75 dias de Cruzeiro
(Créditos: Washington Alves/Light Press)

Com mais sorte do que juízo, Mano Menezes, que não foi lá muito bem em terras asiáticas, ficou disponível no mercado e acabou voltando para retomar o trabalho interrompido. A famosa união do útil ao agradável. A ver se este cenário se mantém no próximo ano.

Em suma, mesmo que seja bastante cedo, penso que já é hora de o Cruzeiro começar a pensar no ano que vem para que não seja mais uma temporada malsucedida. A chave é o planejamento. Nada garante que um time será vitorioso. Entretanto, um bom planejamento torna o caminho um tanto quanto menos complicado.

*Gaúcho, apaixonado pelo Cruzeiro desde junho de 1986.
@pqnofx, dono da camisa 10 da seção Fala, Cruzeirense!

9 comentários:

  1. aconteçe que o mano tem muito talento como treinador e tem que continuar no cruzeiro acontêça e o que acontecer.pois no brasil ta dificil treinador do gabarito dele. tenho certeza que o corintians vai querer tiro-lo do cruzeiro e nao podemos deixar isso acontece.
    abraços
    ALAOR BATISTA FERREIRA
    ,

    ResponderExcluir
  2. O Cruzeiro está precisando de zagueiros e de um lateral direito. Aí vai fechar um ótimo grupo.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo texto. Planejamento é tudo na vida. Se vai dar certo ou não, é outra história. Mas é mais fácil acertar dessa maneira. Que os erros do passado estejam sempre presentes na memória dessa diretoria, para que não venha cometê-los novamente e de forma tão infantil. @marceloaguiar00

    ResponderExcluir
  4. Mantendo o treinado,ja ė um sinal de
    Sucesso.

    ResponderExcluir
  5. Mantendo treinador e esse elenco basta contratar um lateral direito, um zagueiro e um lateral esquerdo de nível. E poderia trazer o Diego Renan pra ser reserva das duas laterais. Ficaríamos com Edmar, outro lateral, Mayke, outro lateral e Diego Renan.

    ResponderExcluir
  6. Ótima pedida do F.Miranda. Ainda bem que nem citou o Bryan, pois este não serve nem para time de segunda divisão da China. Ter contratado este cara, foi a maior mancada do Cruzeiro... Ele é péssimo!!!

    ResponderExcluir
  7. Ótima. Crônica. O teimoso do presidente presidente precisa deixa de gastar em 3x1 gasta com promessas e deixa de contratar bons jogadores tarimbados.3 salários de promessas paga 1 jogador tarimbado. Para o ano que vem é manter o treinador e seguir a receita.

    ResponderExcluir
  8. Em primeiro lugar escapar de vez desta zona perigosa, mais é importante sim pensar no ano que vem, pois é o segundo ano seguido lutando pra não cair!!!! A diretoria pode tirar lição dos erros cometidos, principalmente em apostar num técnico sem qualquer experiência como o Deivid e depois outra mancada com técnico estrangeiro o Paulo Bento. Primordial num treinador é escalar bem o time, escolher os melhores jogadores e Paulo Bento nem isto sabia, além de teimoso!!! Gino, Bruno Nazário, Bruno Ramirez, Deus me livre, são péssimos!!! Mano na minha opinião é um excelente técnico e não pode sair mesmo, porque estamos carentes de bons treinadores no Brasil!!! Outra coisa que quero mencionar aqui é com referencia ao Balanço do Cruzeiro em 2015, é de assustar também!!!Espero que em 2016 esteja sendo mais planejado as nossas finanças!!! Parabéns pelo Comentário!!!! Vamos lá Cruzeiro!!! Paulo Celso da Silva!!!!

    ResponderExcluir
  9. o arraskaeta, so joga se ninguem marcar, com marcação voce nem vê ele em campo, joga bem, joga mal, joga bem, joga mal, não é um camisa 10 autentico como vários ja passaram no cruzeiro.

    ResponderExcluir