12/01/2017


Ao longo desta década, celestes e alviverdes já concretizaram sete
trocas, com 14 atletas envolvidos; Mattos esteve em cinco negócios

Vinícius Dias

Oficializada na noite dessa quarta-feira, a transação que levou o atacante Willian, por empréstimo, ao Palmeiras marcou a ampliação do histórico de trocas entre o clube alviverde e o Cruzeiro nesta década. Ao todo, foram concretizadas sete negociações desde 2010, com 14 jogadores envolvidos. Curiosamente, o diretor de futebol Alexandre Mattos conduziu cinco delas: duas pelo lado mineiro, três pelo paulista.


A primeira negociação da década foi concluída em agosto de 2010. Para contratar o zagueiro Léo, a cúpula da Raposa pagou R$ 1 milhão e cedeu Leandro Amaro. O defensor, que a princípio estava emprestado, com isso assinou em definitivo com o Verdão.

Centroavante por lateral-direito

Na temporada seguinte, Cruzeiro e Palmeiras voltaram a fechar troca. Em abril, o lateral-direito Vitor chegou por empréstimo à Toca da Raposa II e assinou até o final do ano. O atacante Wellington Paulista foi cedido pelo mesmo período ao alviverde.

Duas negociações e cinco nomes

Em 2013, as diretorias definiram mais duas transações, as primeiras com participação de Alexandre Mattos. Em fevereiro, o atacante Luan acertou contrato de empréstimo com o Cruzeiro. Já os volantes Charles e Marcelo Oliveira trocaram Belo Horizonte por São Paulo.

Luan chegou à Raposa em 2013
(Créditos: Washington Alves/Vipcomm)

Passados três meses, o Palmeiras liberou o volante Souza para reforçar o meio-campo do futuro campeão brasileiro. Na transação, o meia-atacante Ananias foi emprestado ao clube paulista.

Reforços nas laterais alviverdes

Em abril passado, já com Alexandre Mattos do lado alviverde, uma troca envolvendo quatro jogadores, por empréstimo. Chegaram à Academia de Futebol os laterais Fabiano e Fabrício. O Cruzeiro recebeu o lateral-direito Lucas e o meio-campista Robinho.

Willian: reforço do Palmeiras para 2017
(Créditos: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro)

Nessa quarta-feira, mais dois negócios entre ex-Palestras. No primeiro, o Palmeiras confirmou a aquisição do lateral-direito Fabiano, com o lateral-esquerdo Fabrício voltando ao Cruzeiro. No segundo, o atacante Willian foi cedido ao Verdão, assegurando a sequência do meio-campista Robinho no elenco comandado por Mano Menezes.

2 comentários:

  1. Deve ter tido muitas outras trocas, mas uma que me lembro muito bem e que rendeu titulo também foi a troca Marcinho Porpeta por Leandro bochecha e Martinez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Paulo Cezar!

      Nesta matéria, fizemos o recorte da década. Em outra, publicada em abril último, também destacamos a troca Leandro/Martinez por Marcinho.

      Ela, inclusive, abriu um caminho de trocas quase sempre antecedendo títulos. Com Fabrício e Fabiano, 12 personagens de trocas entre 2007 e 2016 conquistaram títulos no novo clube.

      Excluir