17/01/2017


Clube celeste enviou equipe para assistir às partidas da principal
competição sub-20, reeditando a política das últimas temporadas

Vinícius Dias

A derrota por 2 a 1 diante do Flamengo, no último domingo, em Osasco, significou o fim da participação do Cruzeiro na Copa São Paulo de Futebol Júnior logo nas oitavas de final. A maior competição sub-20 do Brasil, no entanto, ainda é assunto nos bastidores. Reeditando a política das últimas temporadas, o clube celeste planeja reforçar o time júnior com atletas que tiverem bom rendimento nos gramados paulistas.


"Temos as posições em que procuramos reforços e monitoramos todos os destaques", confirma Antônio Assunção, superintendente da base, ao Blog Toque Di Letra. "Mandamos uma equipe para lá. Além disso, tenho dois contratados que moram em São Paulo e acompanham tudo por lá. Alguns deles já voltaram, pois diminuíram os jogos e agora tem (transmissão na) TV", completa, revelando detalhes do processo.

Cruzeiro chegou às oitavas da Copinha
(Créditos: Site Oficial do Cruzeiro/Divulgação)

O monitoramento realizado na edição de 2015, por exemplo, resultou em vários reforços. O meia Alex, contratado junto ao Botafogo/SP, integra o elenco profissional desde o último ano. Também chegaram nomes como o volante Thiago Souza, titular da Raposa nesta Copa São Paulo, e o meia-atacante Dudu, atualmente emprestado ao Kashiwa Reysol, do Japão. Os dois se destacaram pelo Guaicurus/MS.

Quarteto rumo ao profissional

Quatro jogadores que se destacaram pela equipe sub-20 em 2016 foram promovidos ao elenco profissional nesta temporada: Lucão (goleiro), Murilo Cerqueira (zagueiro), Lucas Ventura (volante) e Raniel (meia-atacante). O último tem os direitos econômicos ligados ao Santa Cruz, cuja diretoria crê em venda ao Cruzeiro neste semestre.

Um comentário: