02/05/2017


Em cerca de quatro meses, volante já superou número de jogos do
ano passado; vice-presidente do tricolor baiano exalta experiência

Vinícius Dias

Emprestado pelo Bahia, Gustavo Blanco chegou ao CT Lanna Drumond sem alarde, mas conquistou a vaga no time titular de Enderson Moreira ainda durante a pré-temporada. Ratificada nas primeiras partidas deste ano, a boa fase do camisa 5, líder em desarmes e um dos principais passadores do elenco do América, tem chamado a atenção. Conforme o Blog Toque Di Letra apurou, o volante, de 22 anos, é alvo de um grupo de investidores, que estuda a possibilidade de negociação.


Detentor dos direitos econômicos, o Bahia monitora a situação do prata da casa, embora ainda não tenha sido contatado. "A gente acompanha muita coisa, até via noticiário, mas não houve procura direta conosco", destacou o vice-presidente do tricolor, Pedro Henriques. "Acho que está sendo muito boa essa experiência para o Gustavo e para o América, que é um time organizado, chegou às semifinais do Campeonato Mineiro e disputará a Série B, que é uma competição difícil", acrescentou.

Gustavo Blanco: boa fase no Coelho
(Créditos: América FC/Twitter/Divulgação)

Na capital mineira há menos de quatro meses, o volante já disputou 15 jogos com a camisa alviverde, superando os números da temporada passada, quando foi a campo apenas 13 vezes. "No Bahia, o Gustavo teve algumas oportunidades de jogar, mas essa sequência que vem tendo no América é importante para a formação dele. O que a gente espera é que, ao final do contrato, ele possa retornar e servir ao clube, porque temos certeza de que tem potencial para isso", avaliou o dirigente.

Empréstimo sem direitos fixados

Valorizado no mercado, Gustavo Blanco tem vínculo com o clube baiano até dezembro de 2018 e está cedido ao Coelho até o fim desta temporada. "Não há cláusula de fixação de valor para compra (dos direitos econômicos) do atleta. O América tem o direito de preferência em caso de surgimento de alguma oferta", revelou Pedro Henriques. Conforme a reportagem apurou, durante o período de empréstimo, o clube mineiro é responsável por 100% dos salários do camisa 5.

Nenhum comentário:

Postar um comentário