06/05/2017

FMF fecha contas de 2016 com superávit

Vinícius Dias

A Federação Mineira de Futebol teve superávit de R$ 282 mil no exercício de 2016. Entre as oito federações representadas na última Série A, apenas três fecharam o balanço financeiro com números positivos - Carioca, dona do maior superávit, e Catarinense completam a lista. Bahiana, Gaúcha, Paranaense e Paulista registraram déficit. O Blog Toque Di Letra não teve acesso à prestação de contas da Pernambucana.

Castellar ao lado do presidente da Fifa
(Créditos: Site Oficial da FMF/Divulgação)

A entidade presidida por Castellar Neto teve receita operacional superior a R$ 12,3 milhões. As receitas com campeonatos - 5% da arrecadação de bilheteria nos jogos de competições nacionais, 10% de estaduais - foram a principal fonte: R$ 3,4 milhões. A seguir, aparecem patrocínios - R$ 2,5 milhões -, taxas - R$ 1,6 milhão - e publicidade - R$ 1,4 milhão. Foi o quarto exercício superavitário em sequência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário