06/04/2018


Com títulos em Brasília, Bahia e Minas, capitão atleticano almeja
octacampeonato; Fábio, Egídio e Henrique miram sétimo estadual

Vinícius Dias

Responsável por erguer o troféu do Campeonato Mineiro em caso de conquista do Atlético, o capitão Leonardo Silva chega à decisão deste domingo, no Gigante da Pampulha, como recordista em títulos estaduais. Em busca do octacampeonato, o zagueiro, de 38 anos, é quem mais vezes foi campeão estadual entre os elencos finalistas. São cinco mineiros - um pelo Cruzeiro, quatro pelo Atlético -, um baiano e um brasiliense.

Léo Silva tem sete títulos estaduais
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Por outro lado, caso o time celeste reverta a vantagem conquistada pelo rival no duelo de ida, três jogadores se igualarão a Leonardo Silva: Fábio, Egídio e Henrique. O camisa 1 tem seis estaduais - cinco mineiros, além de um carioca pelo Vasco - no currículo, assim como o lateral-esquerdo, tricampeão carioca, que também conquistou títulos em Goiás, Bahia e Minas Gerais, e o volante - quatro mineiros, um catarinense e um paulista.

Goleiro Fábio já foi campeão seis vezes
(Créditos: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

A lista dos maiores campeões na decisão deste domingo é completada pelo lateral-direito Patric, do Atlético. Com conquistas em cinco estados - dois catarinenses, um paranaense, um baiano, um pernambucano e o mineiro de 2015 -, Patric é recordista no quesito. "Agora, quero meu bicampeonato mineiro pelo Galo e o meu sétimo estadual da carreira. Logicamente, com muito respeito ao Cruzeiro", destaca o camisa 29.

Finalistas - maiores campeões estaduais:

Sete títulos: Leonardo Silva (Atlético)
Seis títulos: Fábio, Egídio e Henrique (Cruzeiro) e Patric (Atlético)
Cinco títulos: Rafinha (Cruzeiro)
Quatro títulos: Rafael, Robinho e Rafael Sóbis (Cruzeiro)
                        Victor, Giovanni, Fábio Santos e Arouca (Atlético)
Três títulos: Léo, Edilson e Thiago Neves (Cruzeiro)
                    Felipe Santana, Danilo, Adilson, Luan e Clayton (Atlético)

Nenhum comentário:

Postar um comentário