26/04/2016


Receita líquida cresceu quase 70%, mas não evitou déficit em
2015; valores de premiações e bilheteria caíram pela metade

Vinícius Dias

Durante reunião nessa segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Cruzeiro aprovou o balanço financeiro referente à temporada passada. A prestação de contas apresentou uma receita líquida de R$ 343 milhões no exercício, cenário antecipado na última semana pelo Blog Toque Di Letra. O clube, ainda assim, fechou o ano com déficit de cerca de R$ 25,7 milhões - valor 33% menor do que o apurado em 2014.


De acordo com as demonstrações, as receitas derivadas de premiações e bilheteria apresentaram queda de quase 50% em comparação com o ano anterior, fechando em R$ 43 milhões. Por outro lado, a arrecadação com direitos econômicos e cessões temporárias cresceu 360% e, impulsionada pelas vendas de jogadores como Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Lucas Silva, atingiu R$ 142,1 milhões.

(Créditos: Anísio Ciscotto/Arquivo Pessoal)

Em relação a 2014, os custos diretos com atividade esportiva profissional aumentaram quase 60%, totalizando R$ 306,3 milhões. Destaque para os itens gastos com pessoal - saltaram de R$ 114,5 milhões para R$ 151,9 milhões - e gastos com futebol - de R$ 33,4 milhões para a faixa dos R$ 93,8 milhões em 2015.

Arrecadação com patrocínios

Embora a Raposa tenha ficado oito meses sem um patrocinador master, chama a atenção no balanço aprovado ontem à noite o fato de o clube ter faturado R$ 21,2 milhões com patrocínios e royalties. Em 2014, mesmo após exibir a logomarca do Banco BMG no espaço mais nobre da camisa pelos 12 meses, por exemplo, a receita no item foi de R$ 21,7 milhões - montante apenas 2% superior.

5 comentários:

  1. O Drº Gilvan não é ousado em 2013/2014 com um time mais competitivo as receitas com bilheterias ajudam na manutenção do time, hoje com este treinador em início de carreira e o CRUZEIRO para laboratório, o torcedor se afasta dos estdios, e os sócio torcedor diminui,hoje a grandesa de um clube é a sua torcida,sem ela não tem patrocínio,quem vai investir em um time valores alto se ele não tem a força do seu torcedor?
    Por isso DR,Gilvan saia DO ANONIMATO UM MEU CRUZEIRO E MUITO GRANDE PRA FICAR FORA DE UMA FINAL DE CAMPEONATO MINEIRO,COM ESTES GASTOS TODO EM UM TIME DESTE, ISSO É INADMISSÍVEL!
    CHEGA DE APOSTAS TIME COMPETITIVO JÁ!

    ResponderExcluir
  2. Esta diretoria apequenou o Cruzeiro. Dos jogadores contratados para esta temporada, nenhum tem nivel de Cruzeiro. Falta de planejamento, incompetencia é o retrato da diretoria do Cruzeiro. Mais um amo brigando pra nao cair, sem libertadores. Vao esperar 2 semanas para contratar um tecnico, ja deveriam esta ajustando esse arremedo de time. Com esse time que está aí, nem o Guardiola da jeito, pior de todos os tempos, alem de ruim, nao tem um pingo de raça.

    ResponderExcluir
  3. O time de 2015 e 2016 foi montado com sobras de jogadores. Talvez seja o plntel mais barato da serie A. Agora que tem que realnente ir ao mercado e trazer pelo menos três jogadores referência, dizem que operam em deficit
    ISSO É INACREDITÁVEL

    ResponderExcluir
  4. Diretoria que pensa pequeno, não é digna de permanecer no Cruzeiro. Volta Perrella!!

    ResponderExcluir