13/07/2016

O 'problema' chamado Cazares

Alisson Millo*

Escrever após uma derrota é sempre duro. Quando é contra o Flamengo, ainda pior. Mas, se a partida em Brasília serviu para alguma coisa, foi para comprovar que o Atlético vem dependendo muito de apenas um jogador: sem Juan Cazares, o time não funciona em campo. Se o equatoriano não está inspirado, da mesma maneira. Por isso, a lesão diagnosticada ontem soou como bomba nos bastidores.


Isso ajuda a explicar o ano ruim. Diego Aguirre não escalava o camisa 11 regularmente, sabe-se lá o porquê, e a carência no setor estava evidente. Na Libertadores, contra o Independiente del Valle, Cazares fez um belo primeiro tempo e foi participativo, porém, substituído, viu a equipe quase sofrer o empate no Horto. Contra o São Paulo, nas quartas de final, o armador foi desfalque na ida, no Morumbi. Na volta, com gol e ótima atuação dele, o Atlético quase inverteu a vantagem.

Lesionado, Cazares desfalcará o time
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Saiu Aguirre, veio Marcelo Oliveira. Cazares estava na seleção e o Atlético teve uma série de sete jogos sem vencer, voltando a somar três pontos apenas com o meia em campo, depois da eliminação do Equador na Copa América. Foram quatro vitórias consecutivas, com Cazares se destacando em todos. Após um empate fora dos planos diante do Figueirense, veio o Flamengo. O armador sentiu no aquecimento e o desfecho era previsível: Atlético sendo presa fácil e saindo derrotado.

Números do equatoriano

Terceiro que mais marcou gols - nove - e líder em assistências - cinco -, o equatoriano participou de apenas 23 dos 42 jogos oficiais da temporada. Com ele em campo, foram 12 triunfos e 62,3% de aproveitamento. Sem Cazares, os números caem para 40,3%. Rendimento muito frágil para um elenco tido como 'melhor do país', ainda que algumas peças de reposição estejam no DM ou abaixo do nível do camisa 11. Agora, cabe ao treinador buscar e treinar a formação ideal sem ele.

Maicosuel: opção para compôr o setor
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Parece ótimo ter um jogador tão importante e decisivo assim no time. De fato é, mas a situação fica insustentável quando se depende apenas dele. Com outros meias no elenco, com grandes nomes como Fred e Robinho, com atletas nas divisões de base, o comandante tem a missão de fazer o time funcionar. Um elenco repleto de estrelas que não conseguem formar conjunto e um treinador incapaz de variar a proposta de jogo certamente não são bons sinais.

Em busca de nova solução

Um filme nada positivo, com um final ainda pior, assombra a cabeça do torcedor atleticano. Se o título está cada vez mais distante e o G4 não tão perto quanto antes matematicamente, a luz de alerta precisa ser ligada. É possível e necessário buscar uma nova solução. Afinal, incrivelmente, Cazares, a solução dos últimos seis meses, agora se tornou problema de ordem médica.

*Jornalista. Corneteiro confesso e atleticano desde 1994.
Goleiro titular e atual capitão da seção Fala, Atleticano!

3 comentários:

  1. Robinho? Devolver para o Santos. Carlos? Doar para o Ibis.

    ResponderExcluir
  2. Doar só o Carlos? E o Patric? Acho que nem o Ibis aceita!
    Clayton? pura enganação. Compramos gato por lebre. Leonardo Silva? Aposentadoria já! Victor? Banco.

    ResponderExcluir
  3. O cazares fara muita falta, sem duvida. Projetando para o proximo jg, ainda temos os desfalques de marcos rocha, erazo, edcarlos, douglas santos, fabio santos, jr urso, donizete, datolo e possivelmente o fred. Eu escalaria contra o coxa: victor, patric, leo silva, ronaldo e carlos cesar; rafa carioca, eduardo, maicossuel e robinho, fred (clayton) e carlos. No banco: geovanni, gabriel, tiago, lucas candido, carlos eduardo, hiury, luan, lucas pratto, capixaba e clayton (caso o fred jogue). Nao aceito mais desculpas em cima de desfalques. Um time que comeca com luan e pratto no banco, mesmo sem ritmo de jg, tem que mostrar bem mais. O marcelo oliveira tem que se reinventar e reinventar o time, treina melhor o time, time muito mal treinado com o sem desfalques. Um time que tem esquema tatico definido e tem organizacao em campo, nao lamenta tanto os desfalques. Esta historia de desfalques ja encheu o saco, ja deu !!!

    ResponderExcluir