04/06/2014


Cidade, a 50 km da capital BH, aposta na combinação entre
história e futebol para conquistar a preferência do público

Vinícius Dias

Como descreve Seu Jorge nos versos de 'Brasis', por suas diversidades e contradições, o país pode ser enunciado no plural. Neste ano de Copa do Mundo, praias, esporte, samba e boa culinária são alguns dos predicados que compõem o leque de atrativos oferecidos aos turistas. A cerca de 50 km de Belo Horizonte, que será uma das 12 cidades-sede da competição, Itabirito aposta na combinação entre natureza e futebol para conquistar a preferência do público.

LEIA MAIS: Carnaval e futebol em Itabirito

Ao lado de Itabira, terra-natal do poeta Carlos Drummond de Andrade, a cidade foi destaque na exposição temática "No Circuito do Ouro também tem futebol", que ocorreu no Mercado Central de Belo Horizonte entre os dias 30 de maio e 1º de junho. O evento foi, ainda, uma oportunidade de homenagear Telê Santana, itabiritense que comandou a seleção canarinho nas Copas de 1982 e 1986.

Futebol e história: as apostas de Itabirito
(Créditos: Circuito do Ouro/Árvore de Comunicação)

O espaço interativo Telê, dedicado a Itabirito, reuniu imagens da cidade e artigos históricos do ex-técnico, como o uniforme da seleção brasileira no mundial de 1982 e uma camisa do Itabirense, time do coração de Telê. A gastronomia local foi representada por meio do pastel de angu, e a cultura pelo Coral Canarinhos.

Cantos e encantos

Ubiraney Silva, presidente da Associação do Circuito do Ouro, destacou a oportunidade de as cidades apresentarem-se como alternativas turísticas. "Queremos mostrar à população o que há de melhor no Circuito do Ouro", disse. "Seja para quem mora em BH e quer fugir da Copa ou mesmo para os turistas que desejam conhecer as belezas naturais (do estado)", falou. Atualmente, a associação congrega 16 municípios mineiros integrantes da Estrada Real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário