18/08/2014


De dirigentes a ex-jogadores, personagens ligados ao futebol
disputarão a preferência do torcedor nas eleições de outubro

Vinícius Dias

No início da propaganda eleitoral na TV, nesta terça-feira, dia 19, o eleitor mineiro vai reencontrar nomes que, nos últimos anos, se acostumou a ver nos estádios de futebol. De acordo com um levantamento feito pelo Blog Toque Di Letra, pelo menos dez dos candidatos aos cargos de deputado estadual e federal por Minas Gerais são figurinhas carimbadas nas páginas esportivas. Três dos nomes, no entanto, vão fazer a estreia nas urnas no mês de outubro.


Na lista dos candidatos que concorrem a uma das 78 vagas na Assembleia Legislativa de Minas Gerais aparecem nomes como o do vice-presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno (PSB), que é vereador na capital mineira, e o do estreante Gilvan de Pinho Tavares (PV), que preside o Cruzeiro desde dezembro de 2011.

Gilvan Tavares, presidente do Cruzeiro
(Créditos: Washington Alves/Vipcomm)

A relação ainda tem o jornalista Mário Henrique Caixa (PC do B), da Rádio Itatiaia, que tenta seu segundo mandato no legislativo mineiro. Eleitos em 2010, os ex-atletas João Leite (PSDB) e Marques Batista (PTB) voltam às urnas neste ano, tal como Alencar da Silveira Júnior (PDT), que é um dos presidentes do América.

Disputa por Brasília

Quando o assunto é uma das 53 vagas para deputado federal, na capital Brasília, pelo menos quatro concorrentes ligados ao futebol mineiro estão na disputa. O presidente do Atlético, Alexandre Kalil (PSB), faz sua estreia nas urnas. O ex-vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Gustavo Perrella (SDD), que se elegeu deputado estadual na eleição passada, também está na disputa neste ano.

Alexandre Kalil, presidente do Atlético
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

A lista ainda conta com o ex-goleiro Raul Plassmann (PSC), que atuou no Cruzeiro nas décadas de 1960 e 1970, e José Róbson Batista de Oliveira (PT do B), sósia de Ronaldinho Gaúcho, ex-meia do Atlético, cujo nome nas urnas é Ronaldinho Cover.

Proposta recusada

O número de candidatos ligados ao futebol de Minas no pleito poderia ser maior. Conforme o Blog Toque Di Letra revelou em outubro passado, o goleiro Fábio, do Cruzeiro, foi convidado pela cúpula estadual do PC do B para disputar uma vaga de deputado federal, mas recusou a proposta do partido comunista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário