06/12/2014


Possibilidade agrada staff do centroavante, que também cogita
ida em definitivo para Ásia; time celeste tem 100% dos direitos

Vinícius Dias

Um mês após o fim da temporada chinesa, na qual anotou 16 gols em 28 jogos com a camisa do Hangzhou Greentown, Anselmo Ramon ainda não sabe onde vai atuar em 2015. O atleta, que tem contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2016, curte férias em Salvador, na Bahia, e traça planos para o próximo ano. No momento, o staff do atacante trabalha com duas possibilidades: reintegração ao elenco celeste ou retorno em definitivo ao país asiático.


Pelas palavras de Sérgio Coré, que representa Anselmo Ramon, um novo empréstimo está praticamente descartado. "Talvez não seja interessante, nem para nós (atleta), nem para o Cruzeiro. O melhor caminho seria uma venda", afirma. Segundo o Blog Toque Di Letra apurou, o clube mineiro detém 80% dos direitos econômicos do atacante, que estão cotados em cerca de € 2 milhões.

Anselmo em ação com a camisa celeste
(Crédito: Denilton Dias/Vipcomm)

"Ele teve um bom ano na China e agora está aqui em Salvador, de férias, está tranquilo e descansando. A gente está esperando para ver o que vai acontecer", ressalta Coré, que, até o momento, não recebeu proposta de nenhum clube brasileiro. "Não chegou nada", diz. Nem mesmo o Cruzeiro manteve qualquer contato. A tendência, no entanto, é de que o atleta se reapresente na Toca em janeiro.

Volta ao Cruzeiro?

Devido à saída de Borges e aos entraves nas tratativas para aquisição do boliviano Marcelo Moreno, a diretoria celeste, em conjunto com a comissão técnica, discute nos bastidores a possibilidade de dar uma nova chance a Anselmo. Opção que agrada ao jogador. "Com certeza, para ele, seria um prazer voltar ao Cruzeiro, que é, hoje, o melhor time do Brasil e campeão brasileiro", pontua o agente.

'Não há definição'

Oficialmente, entretanto, o clube não confirma. Em contato com o Blog, o diretor de comunicação do Cruzeiro, Guilherme Mendes, pontua que ainda não há qualquer definição. "Só a partir da semana que vem que a diretoria vai tratar desses assuntos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário