18/12/2014


Valor desembolsado pelo clube para contar com Lucas Pratto
supera aquisições de Victor e Maicosuel; André é o mais caro

Vinícius Dias

A julgar pela primeira cartada, Daniel Nepomuceno vai manter a receita de sucesso do antecessor Alexandre Kalil no comando alvinegro: investir alto na contratação de reforços. Anunciado oficialmente na última terça-feira, o atacante argentino Lucas Pratto, de 26 anos, chegou a um acordo com o Atlético após o clube mineiro apresentar uma proposta no valor de US$ 5 milhões ao Vélez Sarsfield.


Com isso, Pratto assume o posto de quarto reforço mais caro da história alvinegra. À frente dele estão André, por quem o Galo pagou € 8 milhões entre 2011 e 2012; Diego Tardelli, que voltou ao clube no ano passado avaliado em € 5,5 milhões; e Guilherme, anunciado em 2011 por US$ 8,5 milhões. Maicosuel, contratado pelo Atlético neste ano por cerca de € 3,3 milhões, é o quinto.

'Era Kalil' domina investimentos

Antes do anúncio do avante argentino, as cinco principais contratações da história do Atlético haviam sido efetivadas na 'era Kalil'. Agora sexto mais caro, o goleiro Victor, contratado por R$ 8 milhões em 2012, integrava a lista dos cinco primeiros.

Reforços mais caros da história*:

André - R$ 19,5 milhões - Dínamo de Kiev/UCR
Diego Tardelli - R$ 15 milhões - Al-Gharafa/CAT
Guilherme - R$ 14,1 milhões - Dínamo de Kiev/UCR
Pratto - R$ 13,4 milhões - Vélez Sarsfield/ARG
Maicosuel - R$ 10 milhões - Udinese/ITA

*Com base na cotação de época

Nenhum comentário:

Postar um comentário