05/01/2016


No momento, foco é comercialização de naming rights do torneio;
venda das placas de publicidade deve impulsionar receitas da Liga

Vinícius Dias

A venda dos direitos de transmissão da Primeira Liga ainda não foi selada oficialmente. O tema dominou a pauta da reunião realizada na tarde desta terça-feira, na sede do América, em Belo Horizonte. "(A negociação) está encaminhada. A proposta foi apresentada, mas não houve a assinatura", confirmou um dirigente ao Blog.


De acordo com o jornalista Juca Kfouri, a Rede Globo encaminhou à Liga oferta no valor de R$ 5 milhões. Informalmente, um dos participantes da reunião de hoje argumentou que "essa é a base, mas tem mais algumas coisas". A tendência é de que a emissora custeie viagens e hospedagens dos 12 participantes e pague cotas extras aos clubes que avançarem às fases finais da competição.

Reunião da Liga na sede do América
(Créditos: Alencar da Silveira Jr./Divulgação)

Com negociação encaminhada com a TV, a intenção da cúpula da Primeira Liga é acelerar o ritmo das tratativas visando à comercialização de naming rights da competição. As placas de publicidade, que serão exploradas pela Liga - diferentemente do que ocorre no Brasileirão, por exemplo -, serão outra importante fonte de receitas.

Mandato de Gilvan é estendido

No âmbito político, a reunião confirmou o protagonismo de Fred Luz, CEO do Flamengo, registrado pelo Blog nesta manhã. Luz será o braço-direito de Gilvan de Pinho Tavares, que ocupará a presidência da entidade até a realização de novas eleições.

A última reunião antes da abertura do torneio será realizada no dia 19 de janeiro, em um hotel no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário