04/02/2016


Acordo deve render ao alviverde mais de R$ 25 milhões nesta
temporada; valores serão reajustados com sequência na elite

Vinícius Dias

De volta à Série A do futebol brasileiro após cinco anos, o América deve oficializar nas próximas semanas a cessão dos direitos de transmissão de seus jogos à Globo. As bases do acordo com a TV, que terá validade de três temporadas, foram alinhavadas em reunião realizada na última terça-feira, no Rio de Janeiro. O clima, nos bastidores do clube alviverde, é de comemoração.


"Negociamos e já temos a aprovação desse formato de três anos, com o clube tendo metas a alcançar e de permanecer na Série A, que é o nosso grande desafio daqui para frente", assegurou o presidente Marco Antônio Batista. O dirigente foi um dos representantes do América na reunião em solo carioca, ao lado do superintendente Paulo Assis e de Marcus Salum, membro do Conselho Consultivo.

Dirigentes do América reunidos em BH
(Créditos: Ronaldo Inácio/América FC/Divulgação)

Conforme apurou o Blog Toque Di Letra, o acordo deve render ao clube mais de R$ 25 milhões neste ano, indicando um acréscimo de quase 30% em relação à projeção inicial de R$ 20 milhões. Em caso de sequência na elite, essas cifras serão reajustadas automaticamente. "Permanecendo na Série A, vamos alcançar cotas que os clubes médios hoje têm", pontuou Batista, sem detalhar os valores.

Novo modelo a partir de 2019

Enquanto finaliza o acordo para o triênio 2016/2018, a cúpula alviverde já trabalha nos bastidores visando às temporadas posteriores. "A partir de 2019, o modelo de distribuição de cotas deve ser diferente, com equilíbrio maior, um novo sistema. Não vai mais trabalhar individualmente", disse o presidente Marco Antônio Batista. "O América vai participar ativamente da proposta de construção das cotas de TV", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário