19/07/2016


Técnico renomado por curto período, busca por profissional
emergente e promoção de auxiliar são cenários trabalhados

Vinícius Dias

Dois dias depois da saída do português Sérgio Vieira, o Coelho começará, nesta terça-feira, a alinhavar os primeiros passos da busca por um novo treinador. A troca no comando será pauta de reuniões entre os membros do Conselho de Administração ao longo do dia. "Vamos definir o perfil que gostaríamos que viesse agora. Depois disso, a gente vai avaliar os nomes que existem", assegura Euler Araújo, um dos presidentes do América, ao Blog Toque Di Letra.

Reunião do Conselho de Administração
(Créditos: Alencar da Silveira Jr./Divulgação)

Apesar do discurso comedido, a reportagem apurou que, horas antes da primeira reunião, há pelo menos três correntes nos bastidores. Entre as alternativas estão a vinda de um técnico renomado com vínculo por curto prazo - Celso Roth é cotado - e a busca por um profissional emergente - neste caso, Marquinhos Santos, do Fortaleza, é uma opção bem avaliada por alguns dirigentes. A promoção de um nome 'da casa', como o auxiliar Cláudio Prates, seria o terceiro caminho.

Dirigente revela tendência

Uma comissão composta por três presidentes - Francisco Santiago, Euler Araújo e Anderson Racilan - foi encarregada de coletar informações sobre possíveis nomes para apresentação ao Conselho, algo que deve acontecer ainda durante a terça-feira. Embora evite detalhar o cenário, Euler Araújo apontou a tendência de chegada de um treinador que, no momento, está sem clube. "A nossa preferência é buscar alguém que esteja disponível no mercado, sem vínculo".

Um comentário: