06/08/2018


Contemporâneo de Pelé, centroavante Chico Duro fez história
como exímio cabeceador e, por paixão, disse não aos gigantes

Vinícius Dias

"Ao participar de um treino do juvenil do Cruzeiro, no Barro Preto, ele fez um gol de bicicleta no primeiro tempo. O treinador ficou doido e o colocou como titular no segundo tempo. Ao término, quis que assinasse um contrato de gaveta de todas as formas, prática comum naquela época. Ele se recusou, voltou para Governador Valadares e nunca mais apareceu", revela Marcelo Machado Silva ao Blog Toque Di Letra.


O não à Raposa, repetido ao Galo em 1965, foi apenas um dos capítulos da curiosa trajetória do ex-centroavante Chico Duro, narrada pelo jornalista ao longo das 226 páginas de Chico Duro, o craque, da Editora Ramalhete. Após o pré-lançamento em Governador Valadares, com a presença do cantor Agnaldo Timóteo, o livro será lançado em Belo Horizonte nesta terça-feira, na Choperia Redentor, no bairro Funcionários, a partir das 18h30.

Chico Duro em encontro com Pelé
(Créditos: Arquivo Pessoal/Pedro André)

Chico Duro, que ganhou a alcunha de Pelé do Vale do Rio Doce, integrou o histórico 'time do olé' do Democrata nos anos 1960 e a 'máquina vermelha' do Ilusão Esporte Clube, além da passagem pelo Clube Atlético Pastoril. "Era melhor que Pelé", exalta Vicente, ex-parceiro de Ilusão e Democrata. "Jogava como o Ronaldo (Fenômeno)", assegura Dorcelino, humilde pintor de paredes que não perdia um jogo sequer do 'time do olé'.

Chico Duro, o craque tem 226 páginas
(Créditos: Editora Ramalhete/Divulgação)

O valadarense, hoje com 77 anos, também disse não ao futebol italiano. Preferiu Yolanda. "É obvio que estamos tratando do lado mais lúdico e folclórico do futebol. O Chico Duro foi um craque, sim, mas sobretudo é uma espécie de Forrest Gump, um grande contador de histórias", afirma Marcelo Machado, que narra a trajetória pontuada por nomes como Getúlio Vargas, JK, Garrincha, Pelé, Agnaldo Timóteo e Elis Regina.

Lançamento - Chico Duro, o craque

Horário: a partir das 18h30
Local: Choperia Redentor Savassi
Endereço: Rua Fernandes Tourinho, 500, Funcionários
Preço do livro: R$ 40,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário