13/01/2020

Novo recorde: Mineiro distribuirá R$ 40 milhões

Vinícius Dias

Os clubes do módulo I e a FMF receberão, somados, mais de R$ 40,1 milhões pelos direitos de transmissão do estadual neste ano. Após a incerteza em razão da cláusula que abria possibilidade de rescisão sem multa, o contrato atingirá cifras recordes em 2020. Conforme antecipado pelo Blog Toque Di Letra no fim de 2016, o acordo válido até 2021 foi fechado com valor inicial de R$ 36 milhões, prevendo reajuste a cada edição.

Primeira parcela será paga nesta semana
(Créditos: Federação Mineira de Futebol/Divulgação)

Donos das maiores fatias, o atual campeão Cruzeiro e o Atlético ficarão com mais de R$ 13,3 milhões cada - cota já antecipada pelo clube celeste -, enquanto o América embolsará cerca de R$ 3,1 milhões. Os clubes de BH receberão os valores em três parcelas, sendo a primeira delas antes da abertura do Mineiro, no dia 19. Cada um dos nove representantes do interior terá direito, em parcela única, a quase R$ 950 mil.

Publicidade impulsionará receitas

Entre TV aberta, fechada e pay-per-view, serão transmitidos três jogos por rodada - à exceção da 5ª, 8ª e 10ª, nas quais haverá clássicos da capital. De formato alterado, com o fim das quartas de final, o estadual ainda renderá cerca de R$ 1,8 milhão à organizadora pelos direitos de transmissão. No caso dos clubes, as receitas serão alavancadas pelas placas de publicidade nos estádios, que serão comercializadas individualmente.

11 comentários:

  1. Pq o América, que não deve a ninguém recebe menos? Querem o futebol mineiro com atlético e cruzeiro só? T N C!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso o futebol mineiro não cresce, o américa tem tudo pra ser uma potencia dentro do estado mas com essa panela fica complicado.

      Excluir
    2. América ganha imerecidamente, time pequeno.

      Excluir
  2. Quero saber porque o Henrique não seguiu o exemplo do Léo? Já que declarou tanto amor pelo cruzeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique ama é o dinheiro e claro que o Cruzeiro mundou a vida dele. hoje ele e milhonarios e não quiz abaixar o salário e sim um aumento de contrato pro causa dos atrazados o restante de contrato ele só aceitou.
      aqui a parada e o seguinte tenho contrato por mais 12 meses ate dezembro de 2020 sei que vocês não tem dinheiro então voces renova meu contrato ate dezembro 2021. assim voce mim empresta paga a metade.
      fica mim devendo todo mes 300 e ano que vem volto e voces voltam mim pagar 600 e mais este trazado que voces hoje não tem condicões.
      isso que é amor 7800,00 milhoes a mais na conta em dezembro de 2021.

      Excluir
  3. Creio que não verei nenhum atleticano ou cruzeirense aqui discordando dessa divisão de cotas, em contrapartida são os primeiros a discordarem dos valores recebidos por Flamengo e corinthians principalmente nas cotas do Brasileiro. Hipocrisia é mato quando a corda arrebenta do lado mais fraco (ou menos emblemático!) em cada situação diferente.

    ResponderExcluir
  4. Só acho que as Marias, sendo time de segunda divisão deveria receber igual ao América,ou seja, menos que o Gigante e único time de primeira divisão em Minas o Glorioso Clube Atlético Mineiro

    ResponderExcluir
  5. Embora seja americano, tenho de aceitar está divisão de cotas. Enquanto a dupla Galo e Cruzeiro levam fácil 20 mil ao estadio, o América tem dificuldades de colocar 2 mil. A TV quer audiência e audiência se mede em números. Dói, mas é a realidade.

    ResponderExcluir
  6. não tem lógica as falidas da serie B receberem o mesmo do maior de Minas

    ResponderExcluir
  7. Apesar de tudo o Campeonato Mineiro está conseguindo se valorizar ao longo dos anos apesar de ser muito fraco tecnicamente,aja visto que tem apenas um clube de primeira divisão

    Tenho um blogdepois vejam https://blogdoleogalodoido13.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir