19/06/2013

A 'família' favorita

Gilvan Meireles

Nesta quarta-feira, o Brasil é favorito para vencer o México e confirmar sua classificação. Contra os japoneses, a equipe verde-amarela mostrou inteligência. Tentou correr ao ataque na hora certa, e ficou a posse de bola quando devia também. Já a seleção mexicana, perdeu para a Itália por 2 a 1. O México foi mal diante da Azzurra, marcou seu gol somente pelo pênalti infantil que teve a favor. E não mostra ser um perigo para a zaga brasileira.

VEJA MAIS: Neymar - o mais valioso!

Segura, a dupla Thiago Silva e David Luiz vai muito bem. Luiz Gustavo, volante à frente da zaga, também é destaque. No último jogo, fez cinco desarmes e apenas uma falta. Além de ter sido o atleta que mais correu em campo. No gol Júlio César mostra qualidade, embora tenha defendido várias bolas em dois tempos.

Na estreia, Brasil derrotou o Japão
(Créditos: Jefferson Bernardes/Vipcomm)

Se na defesa está tudo 'ok', o ataque terá que funcionar muito bem no jogo. Neymar precisou de apenas três minutos para retomar a confiança. Jô, substituto de Fred - que deu assistência para Neymar -, entrou nos últimos instantes, e também carimbou o dele - seu primeiro na seleção. Oscar, que também deu passe para gol, e Hulk se movimentaram muito. Vimos um ataque com várias boas opções, mas ainda sem um repertório vasto e pronto.

Evolução até a Copa

Repertório que, com o caminhar da competição, deve melhorar. Podemos perceber um ótimo ambiente no grupo - e o início da formação da típica "família" Scolari. E esperamos que continuem assim para que no próximo sábado, contra a Itália (esta sim, uma partida difícil), o Brasil confirme a vitória e a liderança do grupo.

Hoje, a "amarelinha" não tem o que temer. E tem tudo para jogar bem e vencer bem. Embora haja boatos de manifestação durante o hino, creio que existirá bom senso do público para não confundir as coisas. Nossos jogadores, em campo, apesar de ainda deverem futebol de primeira, não merecem sofrer esta pressão, que é de insatisfação política. Contudo, a seleção tem que 'dar gosto de ver', independente de qualquer protesto. Vamos Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário