02/02/2015

Em três jogos, Joel faz história...

Vinícius Dias

Aos 34 minutos da etapa final, Joel tabelou com Willian, venceu a zaga do Democrata e completou para as redes. O gol, que assegurou a virada no marcador e a estreia com vitória no Campeonato Mineiro, fez o atacante, ex-Coritiba, entrar para a história do Cruzeiro logo em seu terceiro jogo. Camaronês, Joel Tagueu foi o primeiro atleta africano a balançar as redes com a camisa azul celeste.

Joel: artilheiro africano no Cruzeiro
(Créditos: Washington Alves/Light Press)

Antes dele, três outros compatriotas defenderam o clube. O primeiro foi o goleiro William Andem, que disputou 43 partidas e sofreu 32 gols, entre 1994 e 1996. Wanga-Edingue foi o segundo, em 1995. O avante atuou apenas uma vez, sem marcar gols, e acabou não seguindo em Minas. O último foi lateral-esquerdo Gaston Meveng, que passou pelas divisões de base do clube entre 2010 e 2013, mas não chegou a estrear na equipe principal do Cruzeiro.

Africanos na história celeste:

William Andem - goleiro - 43 jogos, 32 gols sofridos
Wanga-Edingu - atacante - 1 jogo, nenhum gol
Gaston Meveng - lateral - nenhum jogo*
Joel Tagueu - atacante - 3 jogos, um gol

*Permaneceu na base entre 2010 e 2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário