16/03/2016


Competição nacional terá 48 clubes, que serão divididos em 12
grupos; módulo I do estadual vai definir os três times mineiros

Vinícius Dias

A CBF anunciou, nessa terça-feira, a mudança no formato de disputa do Campeonato Brasileiro da Série D. O torneio, que tem início previsto para dia 29 de maio, vai reunir 48 clubes - até o último ano, eram 40 - dos 27 estados nesta temporada. Com isso, o futebol mineiro ganhou uma vaga extra e passa a contar com três representantes, que serão definidos por meio do módulo I do estadual.


Em 2015, os dois mineiros na disputa foram Caldense e Villa Nova. O time de Poços de Caldas chegou às quartas de final, perdendo o acesso para o Ypiranga/RS, nos pênaltis, enquanto o Leão foi eliminado logo na primeira fase. Considerando a classificação atual do Campeonato Mineiro, as vagas deste ano ficariam com Villa Nova, Uberlândia e URT.

Série D terá 48 participantes neste ano
(Créditos: Fernando Torres/CBF/Divulgação)

A Série D, com a mudança no formato de disputa, terá 12 grupos com quatro clubes cada, com jogos de ida e volta. Os dois primeiros de cada grupo e os oito melhores terceiros colocados, somando 32 clubes, vão se classificar para a segunda fase, quando a competição passa a ser disputada em sistema de mata-mata.

Nove clubes em quatro divisões

Nesse cenário, o futebol mineiro terá nove equipes envolvidas nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro. América, Atlético e Cruzeiro serão os representantes na elite nacional. O Tupi alcançou o acesso à Série B. Boa Esporte e Tombense disputarão a Série C.

Um comentário:

  1. Fabiano Pereira16 março, 2016

    Ou seja: lá por julho teremos 16 times em férias, com jogadores desempregados e tudo que envolve este fato. Tá tudo errado no futebol brasileiro!!

    ResponderExcluir