06/01/2017


Paulistas e mineiros negociam há mais de duas semanas, mas forma
de pagamento é entrave e determinou recusa da primeira proposta

Vinícius Dias

Indicado ao Prêmio Puskas pelo gol marcado ante o Cobresal, do Chile, na fase de grupos da Copa Libertadores, Marlone viajará neste sábado para Zurique, na Suíça, onde ocorrerá a cerimônia de premiação. Mesmo com reapresentação marcada para o próximo dia 11, no CT Joaquim Grava, o meia-atacante segue na pauta do Atlético. O Corinthians, no entanto, faz jogo duro para liberar o camisa 8, que foi um de seus principais nomes na temporada passada.

Meia-atacante tem contrato até 2019
(Créditos: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Há duas semanas, o clube ofereceu cerca de € 3 milhões por 100% dos direitos econômicos. Conforme o Blog Toque Di Letra apurou com uma fonte ligada às negociações, o maior entrave é a forma de pagamento. O Atlético quitaria a compra em parcelas, a partir do segundo semestre. Por sua vez, o Corinthians deseja receber, no mínimo, uma entrada de valor próximo ou correspondente aos 50% que detém.

Concorrência do exterior

Após a negativa corintiana, ainda em 2016, os mineiros não fizeram uma nova oferta. Apesar disso, Marlone continua nos planos e agrada a Roger Machado, que já havia sugerido sua contratação nos tempos de Grêmio. O meia-atacante, que anotou oito gols em 35 jogos no último ano, tem sido alvo de sondagens do exterior. Até aqui, no entanto, o Atlético foi o único clube a oficializar o interesse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário