15/03/2019

O Atlético que acredita demais no estadual

Vinícius Dias

Cruzamento preciso do lateral-esquerdo Viña para o experiente Bergessio superar Igor Rabelo na cabeçada, estufando as redes de Victor aos 26 minutos da etapa final, no estádio Parque Central, em Montevidéu. Gol da segunda vitória do Nacional e da segunda derrota seguida do Atlético na fase de grupos da Libertadores. Porque o time comandado por Levir Culpi, decepção até o momento, acredita demais no Campeonato Mineiro e deixa seus defeitos expostos na competição sul-americana.


No 4-2-3-1 - embora a escalação inicialmente sugerisse três volantes, o que não se confirmou em campo, com Elias se juntando a Cazares e Luan na terceira linha -, o alvinegro teve mais poder de marcação, mas perdeu velocidade para os contra-ataques. A ideia de Levir Culpi de dar solidez à defesa e reagir com intensidade se perdeu na execução. Mais uma vez, apareceu o desequilíbrio do time que na tentativa de minimizar os sustos defensivos deixa de produzir ofensivamente.

Time alvinegro caiu em Montevidéu
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O time que lidera o Mineiro e pode assegurar a liderança da primeira fase no fim de semana, de forma antecipada, mostra defeitos que os resultados encobrem. Em campo e na escalação, como nessa terça-feira, quando o treinador sacou Patric e Jair logo após o gol do Nacional, recuando Elias, colocando Chará no meio-campo e dando chance ao promissor Guga na lateral-direita. Uma clara mensagem em busca do apoio do torcedor que vê o time involuir enquanto a temporada avança.

Acreditar nos defeitos e duvidar das qualidades é a receita.
Mas o Atlético faz o contrário: acredita demais no estadual.

7 comentários:

  1. prezados,
    não só acredita no estadual, como os times de levir culpi continua com os mesmos erros de sempre, treinador teimoso e preguiçoso sem uma programação de treinamento, toda bola levantada na área do galo, o goleiro victor dar um passo a frente e volta, totalmente sem noção de posicionamento, a fim de saí com as mãos, sem falar em falta de saída com os pés, isto vem demonstrar a falta de treinamentos especificos, pois todos os dois gols sofridos houve uma participação negativa dele. Esse negocio de são victor e faixada, fez o que tinha de fazer. agora apegar a isto para não treinar e cometer falhas constantes, isto é imperdoável.
    seu Levir democrático, não treina e deixa o time na folga, ganhando bem e trabalhando pouco e se atrasar um mês de salário ele cobra e com duas derrotas nas costas, não vai cobrar e nãi vai colocar estes folgados para treinar e concentrar?
    Se cuida Levir, super proteção é sinônimo de bagunça e de irresponsabilidade!
    Cândido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com voce com relação ao Vitor. È so olhar quantos jogo nós perdemos por falhas dele. Ele só é bom debaixo das traves, sai mal do gol, bola atrasada para ele é um Deus nos acuda.Quanto ao resto do time é visivel a falta de teinamento. Acho um absurdo poupar os titulares para dar vexame em cima de vexame. Contratem um bom goleiro, peguem o Rever, Luan, Cazales e coloquem junto com os meninos da base para jogar que aposto que passaremos menos vergonha. O time do Atlético já virou piada nacional.

      Excluir
  2. Boa Noite. Bom , primeiro o time do estadual é outro. Segundo a libertadores é libertadores e estadual é estadual, até o torcedor mais cego do mundo sabe a diferença. O resultado em Montevideu seria normal se o Galo não tivesse perdido em casa. Agora, o Levi sabe que vai morrer abraçado com Patrick e Elias ou se quiser algo, vai ter que sacar os dois, isso porque Fabio Santos não tem um reserva, porque se não estaria fora também.

    ResponderExcluir
  3. Como ja disse antes, o Atletico com esta diretoria, este time com Elias, Patrick, Fabio Santos não vai ganhar nada este ano e suar para não cair para a segunda divisao do campeonato. Estou cansado de torcer contra o Cruzeiro pois torcer para o Atletico é só decepçao em cima de decepçao.A Diretoria pensa que é so contratar mas não contrata com qualidade. Quantos foram contratados nos ultimos anos e qual deu retorno? Porque não contratar apenas uns dois que vão resolver e mesclar com os meninos da base, aposto que passariamos menos vergonha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkk torcer contra o cruzeiro é como pregar no deserto

      Excluir
  4. Levir Culpi é um ex treinador, nem o Japão o quer mais.... Não evoluiu com o futebol.... O time do Galo é só chutão pra frente, não tem uma jogada e não sabe sair jogando... Soma-se a isso a injustificável insistência em manter Patric no time, os dois gols das derrotas foram em cima dele, no jogo do mineirão foi afastando e deixou o jogador cruzar do jeito que quis e no jogo no Uruguai perdeu a bola no meio de campo e não conseguiu voltar e novamente deixou o jogador cruzar livremente. Nada justifica Patric sequer no elenco do Galo, jogador extremamente limitado, que está aqui há nove anos e parece que vai completar dez, sem dizer a que veio. Foi emprestado mais de seis vezes e sempre foi devolvido. Alguém deveria vir a público explicar essa situação. Já provou inúmeras vezes que não serve pro Galo. É jogador de série B, quiça de série C. Isso sem dizer que o Guga já provou que é infinitamente melhor que ele. Com ele, Elias, Fábio Santos e Levir não chegaremos a lunhar nenhum, mais um ano perdido.

    ResponderExcluir
  5. Sérgio Sette Câmara está esperando uma vexame maior que é perder para um time da Venezuela para demitir este dono de restaurante metido a treinador....

    ResponderExcluir