16/01/2013


De vínculo renovado, meia Ronaldinho Gaúcho quer voltar
a usar a camisa 10, marca de seus melhores dias na Europa

Vinícius Dias

Como um bom mineiro, o gaúcho Ronaldinho fez um ótimo Brasileirão pelo Atlético em 2012. Desacreditado, e mesmo aos 32 anos, ele foi um dos destaques da competição. O 'rei' das assistências - com 13 passes para gols -, ainda balançou as redes do adversário em dez oportunidades. A camisa 49, utilizada em homenagem à mãe, Dona Miguelina, parece ter feito muito bem. Porém, a tendência é de que, neste ano, ele troque de número.

R10: no novo ano, o "velho" número
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Com a proximidade da disputa da Taça Libertadores, que exige a fixação da numeracão das camisas entre 1 e 25, o craque pode voltar a usar o número 10. Que traz à memória seus melhores dias no futebol europeu, em especial, no Barcelona, e na Seleção Brasileira. E com planos de se tornar ídolo do torcedor alvinegro, o meia 'sinaliza' de forma favorável ao retorno do R10.

"Eu não sei se já está decidido. Mas eu gostaria de voltar para o meu número, que é o que sempre usei. No ano passado, quando cheguei, o Guilherme estava usando", disse, em entrevista coletiva. Com a dez ou não, os atleticanos aguardam o futebol 'brilhante' apresentado na última temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário