03/04/2013


Classificado para as oitavas de final, clube alvinegro põe à
prova a invencibilidade no Horto para ser o primeiro geral

Vinícius Dias

Depois de superar o Tupi no último domingo, por 4 a 1, e assegurar sua classificação para as semi-finais do estadual, o Atlético voltará a campo nesta quarta, às 22h, pela Copa Libertadores. O adversário da vez é o Arsenal de Sarandí, em duelo válido pela quinta rodada do Grupo 3. Com classificação para as oitavas confirmada, e mantendo série invicta de 42 partidas como mandante na Arena Independência, o Galo pode, em caso de vitória, confirmar o melhor desempenho entre os 32 clubes envolvidos na fase de grupos. 

VEJA MAIS: Réver: para a história...

Após sofrer luxação no ombro esquerdo, o avante Bernard é desfalque. Convocados para a Seleção Brasileira para a partida amistosa diante da Bolívia, o craque Ronaldinho Gaúcho e o zagueiro Réver são as principais esperanças dos torcedores alvinegros. "A gente tem o objetivo de entrar para a história deste clube, como a equipe que mais venceu de maneira consecutiva. Então, este é o nosso objetivo, queremos ganhar o máximo de jogos", afirmou R10.

O volante Pierre, que retorna à equipe titular após cumprir suspensão no duelo de domingo, no entanto, alerta para as dificuldades impostas pela proposta do jogo do time argentino. "Contra o São Paulo, eles mostraram como jogam fora de casa. Com uma equipe bastante fechada, com duas linhas de quatro, explorando os contra-ataques com jogadores rápidos", analisou. 

Em boa fase, R10 volta à seleção
(Créditos: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Com 11 gols anotados nas quatro primeiras partidas, o alvinegro tem o melhor ataque do torneio continental. O bom rendimento fará com que o clube comandado por Cuca enfrente um adversário de campanha inferior (hoje, seria o 16º) nas oitavas-de-final. Situação que não ilude o camisa 10. "E a gente sabe que a próxima fase da competição é complemente diferente e, por isso, estamos pegando jogo a jogo e sempre buscando a vitória", disse. 

Zagueiro-artilheiro

Com 20 gols anotados nesta temporada, o camisa 4 Réver é o artilheiro atleticano em 2013. O beque ficou a dois de ultrapassar a marca de 21 tentos que cabe a Luizinho, que defendeu o Galo entre 1978-1989, e se tornar o maior zagueiro-artilheiro da história alvinegra. E seu desempenho chamou a atenção do técnico Luiz Felipe Scolari. "Fiquei bem feliz ao ser convocado, era meu objetivo. Consegui com a ajuda dos companheiros", destacou o defensor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário