15/06/2013


Brasil e Espanha 'dominam' o ranking dos 40 atletas mais
valiosos. Barcelona é o time com mais indicados: são dez

Vinícius Dias

Com a participação de oito seleções de sete continentes, começa neste sábado a Copa das Confederações. Último evento-teste para a Copa do Mundo de 2014, ocorre até o dia 30 de junho, em seis cidades-sede: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Salvador e Brasília - capital federal, que receberá o jogo de abertura. Maior vencedor da história da competição, o Brasil busca o tetra. A Espanha, líder do ranking da Fifa, tenta o inédito título.

Donos dos principais elencos da competição, brasileiros e espanhóis são apontados como favoritos. A tendência é confirmada pelos números. De acordo com a pesquisa realizada pela Pluri Consultoria, Brasil e Espanha possuem, juntos, oito dos dez atletas mais valiosos da disputa. O time uruguaio tem outros dois. Avaliado em € 67,4 milhões, Neymar lidera o ranking. Em segundo, aparece o meia Iniesta, com valor estimado em € 61,6 milhões.

(Créditos: Pluri Consultoria/Divulgação)

O top 3 é completado pelo urugauio Cavani, do Napoli, que tem valor de mercado de € 56,4 milhões. O atual campeão sul-americano, no entanto, tem somente dois nomes no ranking. A Espanha, por sua vez, soma 18 nomes (45% dos indicados), e o Brasil tem dez (25%). Das oito equipes participantes, apenas o Taiti não tem nenhum atleta listado entre os 40 mais valiosos.

Domínio do 'Barcelona'

Na disputa entre os clubes, o Barcelona é dominante, segundo o estudo. Com o "reforço" do recém-contratado Neymar, a equipe catalã tem dez atletas entre os mais valiosos do torneio. A seguir vem o Chelsea, que, apesar da ausência da seleção inglesa, soma cinco representantes. Real Madrid e Juventus, impulsionados pelos elencos de Espanha e Itália, têm três cada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário