22/02/2015


Com posse de nova presidente, amanhã, banco deve voltar a
discutir patrocínios; aporte superou R$ 100 milhões em 2014

Vinícius Dias

Dois meses após o fim do vínculo com o Banco BMG, o Cruzeiro ainda não definiu seu patrocinador master para a atual temporada. O acordo com a Caixa, antes visto como encaminhado, ganhou ares de incerteza após a troca no comando do banco. "Por ora, para entrar mais um clube, outro teria que sair", afirmou ao Blog Toque Di Letra fonte ligada ao governo federal. A cúpula estrelada, ainda assim, mantém a expectativa de fechar com o banco estatal em breve.


A julgar pelos valores do contrato com o BMG, encerrado em dezembro, o Cruzeiro deixou de faturar pelo menos R$ 2,25 milhões neste período. O clube aguarda a posse da nova presidente da Caixa, Miriam Belchior, que ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 23, para retomar as tratativas. A princípio, as partes se reuniriam na semana passada, mas o encontro foi adiado justamente em razão da troca no comando.

Cruzeiro segue sem patrocínio master
(Créditos: Washington Alves/Light Press)

O clube trabalhava, inicialmente, com a expectativa de faturar cerca de R$ 20 milhões anuais para estampar a logomarca do banco no espaço mais nobre de sua camisa. Nas últimas conversas, entretanto, teria recebido a sinalização de uma oferta de valor inferior. Depois de investir cerca de R$ 100 milhões em clubes das Séries A, B e C no último ano, a Caixa planeja frear gastos em 2015.

Renovações em pauta

Por este motivo, antes de avaliar novos aportes, a cúpula do banco deve discutir as situações de Figueirense, Chapecoense, ABC/RN e América/RN, cujos vínculos vencem entre março e abril. Por ora, a prioridade é renovar com o Corinthians. Embora o contrato tenha se encerrado em janeiro, o clube paulista, que embolsou R$ 30 milhões nos últimos 12 meses, segue exibindo a marca em seu uniforme.

Patrocinador no uniforme do técnico
(Créditos: Gualter Naves/Light Press)

À espera do acerto com o novo parceiro master, o Cruzeiro estampa, no momento, três patrocinadores no uniforme: Vilma Alimentos nas mangas; Cemil na altura da clavícula; e TIM nos números. Fora do material de jogo, os Supermercados BH têm exibido a marca na camisa usada pelo técnico Marcelo Oliveira à beira do gramado e estão na página 'Patrocinadores' no site oficial do clube.

Nenhum comentário:

Postar um comentário