20/06/2015

Clássico pela quebra do tabu

Alisson Millo

Neste sábado, o Atlético volta ao Maracanã para tentar pôr fim a um tabu que teve início em 2008, última vez que o time mineiro venceu no maior estádio do Brasil. O adversário da vez é o mesmo de sete anos atrás: o Flamengo. Em um clássico nacional, talvez mais pelo lado mineiro do que pelo carioca, muito por conta dos anos 1980.


Os times de Reinaldo e Zico, na época, os melhores do país, duelaram na final do Brasileiro de 1980 e na fase de grupos da Libertadores de 1981. Ambas as partidas ficaram marcadas por graves erros de arbitragem que tiraram do Atlético um título nacional e uma possível Libertadores. Ainda hoje, os nomes dos árbitros daqueles jogos são evitados pela torcida e, quando vêm à tona, provocam repugnância mesmo naqueles que sequer assistiram aos confrontos.

Atlético levou a melhor na Copa do Brasil
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Cinco expulsões à parte, Galo e Urubu travaram outros duelos marcantes. Em 2004, por exemplo, o Atlético goleou, em Ipatinga, por 6 a 1. Quatro anos depois, mais precisamente no dia 11 de outubro, o time alvinegro venceu o rival no Maracanã pela última vez: com atuações memoráveis de Renan Oliveira e Serginho, um incontestável 3 a 0 diante de quase 80 mil flamenguistas. Em 2009, veio o troco flamenguista, no Mineirão, com gol olímpico de Petkovic, custando a luta pelo título.

Reencontro após goleadas

Embora os times não vivam grande fase, a expectativa é de um bom jogo neste sábado. Após somar apenas um ponto dos seis últimos, o Atlético enfrenta um de seus maiores rivais sonhando em vencer pela primeira vez no novo Maracanã e voltar ao rumo. Que tal se recordar dos dois últimos confrontos da temporada passada, com vitórias por 4 a 1 e 4 a 0, para fazer bonito?

Nenhum comentário:

Postar um comentário