23/08/2016


Com mais três pódios conquistados na edição de 2016, judô se
afirma como modalidade de mais sucesso em história olímpica

Vinícius Dias

Mesmo não tendo atingido a meta traçada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a delegação tupiniquim fez história ao conquistar sete ouros, seis pratas e seis bronzes no Rio de Janeiro. O melhor desempenho registrado em 96 anos de Olimpíadas foi também fundamental para que, somadas as quatro edições mais recentes, o país praticamente igualasse o número de medalhas alcançadas ao longo das oito primeiras décadas de participação nos chamados Jogos de Verão.


Do debut verde e amarelo em Olimpíadas, na edição de 1920, realizada na cidade belga de Antuérpia, aos Jogos da australiana Sydney, em 2000, o retrospecto aponta 66 medalhas conquistadas em 80 anos: 12 ouros, 19 pratas e 35 bronzes. De Atenas, em 2004, ao Rio de Janeiro, emplacando suas quatro melhores participações na competição em um intervalo de 12 anos, os representantes do Brasil alcançaram 62 medalhas: 18 ouros, 17 pratas e 27 bronzes.

Isaquias Queiroz: três medalhas no Rio
(Créditos: Roberto Castro/Brasil2016.gov.br)

A edição recém-encerrada teve 71 participações de brasileiros nas finais - em Londres, há quatro anos, foram 36 - e também marcou o recorde de modalidades no pódio: 19 medalhas obtidas em 12 esportes. No enredo, capítulos como os inéditos ouros no futebol, boxe e salto com vara, com direito a recorde olímpico; prata no tiro esportivo após 96 anos; e os três primeiros pódios da canoagem olímpica, coroando Isaquias Queiroz como maior medalhista do país em uma edição.

Esportes com mais pódios olímpicos:

Judô (22) - quatro ouros, três pratas e 15 bronzes
Vela (18) - sete ouros, três pratas e oito bronzes
Atletismo (16) - cinco ouros, três pratas e oito bronzes
Vôlei de praia (13) - três ouros, sete pratas e três bronzes
Natação (13) - um ouro, quatro pratas e oito bronzes

Nenhum comentário:

Postar um comentário