24/04/2017

Futebol em forma de espetáculo

Vinícius Dias

De um lado, Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo. Do outro, Messi e Luis Suárez - suspenso, Neymar foi desfalque. De todos, a expectativa de um grande clássico, confirmada em campo pelos comandados de Zidane e Luis Enrique. Com muita intensidade, Real Madrid e Barcelona fizeram o melhor jogo do ano, decidido apenas no minuto final, quando Messi concretizou o último ato de seu show particular e colocou o time blaugrana na liderança do Campeonato Espanhol, a cinco rodadas do fim.


Diante de um Santiago Bernabéu lotado, o Real Madrid começou melhor, pressionando a saída de bola e buscando a definição rápida no campo de ataque. O Barcelona usava a posse de bola como arma para frear o ímpeto merengue. Casemiro abriu o placar aos 28', após jogada iniciada por Marcelo. O Barcelona, que crescia à medida que Messi aparecia, chegou ao empate cinco minutos depois: troca de passes pela direita e bola para o argentino, que superou dois defensores antes de finalizar.

Vitória no clássico e festa no vestiário
(Créditos: Carles Aleñá/Instagram/Reprodução)

A etapa final foi ainda mais movimentada: grandes defesas de Navas e Ter Stegen, emoção até o apito final. Em belíssima finalização, Rakitic decretou a virada aos 28 minutos, três antes da expulsão de Sérgio Ramos. Piqué teve grande chance para marcar o terceiro, perdeu e viu o Real Madrid, mesmo sem o capitão, chegar ao empate aos 40': cruzamento de Marcelo e gol de James. Ainda faltava Messi: sete contra cinco no contra-ataque, assistência de Jordi Alba e gol no minuto final.

Cinco gols, várias alternativas e placar aberto até o minuto final.
A Espanha teve mais um dia de futebol em forma de espetáculo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário