06/02/2017


Mesmo quase intocável e presente em mais de 96% dos minutos nas
partidas desta temporada, o equatoriano tem rendimento modesto

Vinícius Dias

Apresentado com status de craque, o meia-atacante Cazares atuou em 40 das 74 partidas oficiais do Atlético na última temporada, apenas 28 como titular - menos de 38%. Neste ano, após a chegada de Roger Machado, o prestígio do equatoriano no elenco cresceu. O camisa 10 foi a única peça ofensiva escalada como titular nos três primeiros jogos sob o comando do treinador. Ao todo, marcou presença em 277 dos 286 minutos em que o alvinegro esteve em campo.


Mesmo no jogo-treino contra o Guarani de Divinópolis, em que foi reserva, Cazares recebeu elogios do técnico. "A segunda etapa me mostrou coisas importantes. Na posição em que Robinho iniciou, Cazares é extremamente talentoso e cumpre uma função que me agrada muito, quando ele pega a bola de frente, logo que a gente passa pela primeira linha do adversário, procura a profundidade dos atacantes", avaliou Roger, citando, a seguir, a possibilidade de escalá-lo ao lado de Robinho.

Roger orienta Cazares durante treino
(Créditos: Bruno Cantini/Flickr/Atlético-MG)

Embora quase intocável e tendo participado de mais de 96% dos minutos, Cazares tem rendimento modesto neste começo de temporada. De acordo com dados do Footstats, o equatoriano registra nove finalizações - quatro certas - em três jogos, entretanto ainda não balançou as redes nem deu assistências. Somados o campeonato estadual e a Copa da Primeira Liga, contribuiu defensivamente com dois desarmes.

Peças ofensivas mais usadas por Roger:

Cazares - 277 minutos em campo - titular nos três jogos
Pratto - 218 minutos em campo - titular em dois, reserva em um
Otero - 209 minutos em campo - titular em dois, reserva em um
Fred - 128 minutos em campo - titular em dois jogos

Nenhum comentário:

Postar um comentário