10/04/2017


Além de gols, belas jogadas e clássicos, 11 rodadas foram marcadas
por momentos inusitados que tiveram repercussão nas redes sociais

Vinícius Dias

De Uberlândia a Tombos, passando por Três Corações, terra natal do Rei Pelé, a primeira fase do Campeonato Mineiro mexeu com a paixão de torcedores dos 12 clubes participantes. Além de gols, belos dribles e novos capítulos de rivalidades históricas na capital e no interior, as 11 rodadas foram marcadas por momentos inusitados dentro e fora de campo. O Blog Toque Di Letra relembra cinco fatos que repercutiram nas redes sociais durante a disputa em Minas Gerais.

Gol de Jaj... Flávio Caça-Rato

Em velocidade, Jajá superou a zaga do América, driblou o goleiro João Ricardo e parou a bola quase em cima da linha. Mas foi Flávio Caça-Rato quem marcou o gol do Tupi no empate por 1 a 1 com o Coelho, em Juiz de Fora, pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro. A performance do folclórico atacante foi eternizada em funk por Mateus Marchiote. "Roubando o gol do Jajá, me deu onda", diz um trecho.


Escada sumida, placar errado

Na 7ª rodada, o atacante Roni, do Villa Nova, já havia balançado as redes do Uberlândia duas vezes, mas o placar do estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, seguia registrando 1 a 0. O erro foi motivado pelo sumiço da escada utilizada pelo responsável por atualizá-lo. "Não me lembro de algum fato semelhante a esse", destacou o radialista Rodrigo Ferreira, setorista do clube alvirrubro na Rádio Nova Lima FM há dez anos.


Barulho de trem, festa de gol

Antes mesmo de a bola rolar para a partida válida pela 8ª rodada, as torcidas de Tricordiano e Atlético soltaram o grito nas arquibancadas do Farião, em Divinópolis. O motivo: os seguidos apitos do trem que cruzava a linha férrea localizada ao lado do estádio. Depois de 90 minutos, apenas os alvinegros comemoraram: 2 a 1 sobre a equipe de Três Corações, que não venceu nenhuma vez no Campeonato Mineiro.


Van quebra, presidente ajuda

A van que levava os torcedores do Democrata de Governador Valadares a Poços de Caldas quebrou a cerca de 15 quilômetros da cidade, palco do confronto entre a Pantera e a Caldense, na 9ª rodada. O socorro ao grupo de valadarenses, que não assistiu à partida e ainda precisou dormir na estrada, teve participação do presidente do clube alvinegro, Astrogildo Valério. A boa notícia foi a vitória por 3 a 1.


Cachorro lembrado na súmula

Autor do gol mais tardio do Campeonato Mineiro, o lateral-esquerdo Rafael Estevam deu a vitória à Caldense sobre o Villa Nova, na 2ª rodada, balançando as redes aos 53 minutos da etapa final. O tempo de acréscimo soaria exagerado, se não fosse a entrada de um cachorro em campo. Habilidoso, o animal driblou quem tentava segurá-lo e chegou a morder um membro da equipe do Corpo de Bombeiros.


A situação curiosa foi relatada na súmula por Igor Junio Benevenuto. "A partida foi paralisada aos 42' do segundo tempo de jogo, pela invasão de um cachorro no campo de jogo. A partida ficou paralisada por 6'", escreveu o árbitro do confronto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário